Últimas indefectivações

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Missão cumprida

"Na antevisão ao Cova da Piedade – Benfica, tínhamos vaticinado um Benfica focado e empenhado em fazer uma boa exibição para garantir a passagem à eliminatória seguinte da Taça de Portugal. Foi o que se passou na passada sexta-feira, com Bruno Lage a destacar a seriedade com que a nossa equipa abordou a partida ao longo dos noventa minutos.
Todos conhecemos as habituais dificuldades sentidas após as paragens para os compromissos das selecções e o nosso histórico recente frente a clubes de escalões inferiores na fase mais prematura desta competição (Montalegre, 1.º Dezembro, Real Massamá, entre outros, já para não referir a eliminação de sete primodivisionários nesta ronda, todos por clubes de escalões inferiores).
A nossa equipa fez o que lhe competia, contrariando a tendência dos últimos anos, e obtendo, assim, uma vitória confortável, marcando quatro golos e não permitindo sequer oportunidades de golo ao adversário. Foi uma vitória justa que, não obstante a facilidade, em teoria, da partida, deixou indicações positivas.
A rotatividade no onze promovida por Bruno Lage não afectou o rendimento ofensivo, nem a solidez defensiva da equipa. Houve vários jogadores, entre os menos utilizados, a terem a possibilidade de adquirir ritmo competitivo (destaque para regresso, após lesão, de Florentino). A destacar, também, a dinâmica ofensiva que permitiu a criação de muitas oportunidades de golo. E a veia goleadora de Pizzi e Vinícius (o primeiro já chegou aos dez golos esta temporada, o seu máximo numa época é quinze).
Mas houve muito Benfica neste fim de semana, com vitórias de todas as nossas equipas principais das modalidades de pavilhão e, também, dos vários escalões de formação de futebol (exceptuando os juniores que, com excesso de pontaria aos postes, empataram com o Sporting em Alcochete 2-2). 
Aconteceu também um marco histórico no futebol feminino português. A vitória concludente, por 3-0, frente ao Sporting no estádio da Luz foi presenciada por 12812 espectadores, estabelecendo o recorde de assistências em competições oficiais.
A vertente feminina do futebol está em franco desenvolvimento em Portugal e o Benfica está, como não poderia deixar de estar, na linha da frente desse percurso ascendente e irreversível que a todos nos deve motivar e orgulhar."

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!