Últimas indefectivações

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Kardec ...vem !!!



Parece que finalmente a Direcção do nosso Glorioso acordou de um longo e exasperante silêncio, e cada vez está mais próximo dos desejos dos Sócios e adeptos.
Abençoadas eleições!!!

Desta vez chegou a vez de mostrar ao SANTOS com quantos paus se faz uma canoa!!!

Queriam o KARDEC por  mais 4 dias?  Queriam nas não têm.  Se tivessem sido mais honestos com o Benfica e não fossem atrás dos peidos pestilentos do CORRUPTO, talvez  as coisas tivessem outro rumo.  Devolvam o Kardec e  com o dinheiro dos corruptos ( já receberam algum? Perguntem aos Belgas...) comprem  outro avançado.

A carta a Garcia, ou melhor... a KARDEC, já chegou segundo nos diz o seu Augusto Pai, em declarações publicadas no GLOBOESPORTE e assim sendo, Seixal vai ver o Kardec ao vivo e a cores no dia 2 de Julho.
No dia 4 o Santos joga uma importante partida e  precisa de recuperar um resultado negativo na 1ª. mão, mas o Kerdec com uma potente parabólica poderá ver o jogo com toda a DRANQUILIDADE e fazer toda a força MENTAL para que os seus ex-colegas levem de vencida o adversário.

Já não é mau de todo, não é ó Santos???

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Senhora Presidente da A.R.

Exma. Senhora Presidenta da Assembleia da República,

Já vai sendo hábito, ano após ano, ser o Ilustre, Honrado, Probo, Virtuoso, Amável, Homem de muitos saberes, Bom chefe de família, além de emérito peregrino de Fátima e Santiago de Compostela, que é incapaz de qualquer acto menos digno para elevar bem alto o seu honrado e prestigiado clube, como  de facto é, o Ilustríssimo e Excelentíssimo Senhor Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa e Presidente do Futebol Clube do Porto, ser recebido com toda a pompa e circunstância na Assembleia da República, a que Vossa Excelência preside, com a finalidade de aí, nessa Casa da Liberdade, da Democracia e da Justiça, tecerem e cantarem os maiores Hinos, Salmos e Loas aos sucessos desportivos  conquistados com galhardia, pundonor  e honradez, como é timbre e apanágio daquele Majestoso clube, de quem Vossa Excelência é adepta.

Como essa Casa também está recheada de pessoas igualmente Honradas e esforçadas a quem o País tanto deve, tal e qual como o seu Ilustre convidado, venho por isso manifestar-lhe os meus melhores aplausos, ante tão faustoso e merecido acontecimento.

Oxalá que esse honrado e merecido gesto fosse transversal a toda a nossa Sociedade, porque estou convicto que quando as pessoas certas se reúnem com os mesmos propósitos e ideais, muito lucraria este nosso falido torrão Pátrio, tão carecido de mentes Brilhantes, Ímpias e trabalhadoras como é o esforçado Presidente do clube de Vossa Excelência, que além dessa Presidência, ainda presta relevantes serviços, como os de Gerente da Caixa, Padre da Freguesia das Antas e Conselheiro Espiritual de árbitros.




Bem haja Senhora Presidenta da A.R.
Lisboa, 17 de Junho de 2012
assinado)
.

domingo, 17 de junho de 2012

Onde está o Champanhe ?!!!



Sporting 1 (3) - (4) 1 Benfica

No segundo dia de visita ao Zoo, na lotaria dos penalty's, tivemos um Vítor Hugo gigante, que qual alquimista, transformou Lagartos pirómanos, em Elefantes trombudos!!!
O jogo foi equilibrado, o Benfica voltou a cometer algumas desatenções defensivas, mas desta vez, o Marcão resolveu... O receio em sofrer o 2º golo, acabou por ser maior, do que a vontade em marcar...
Mais uma vez tivemos uma arbitragem, que demonstrou um critério na marcação das faltas, parecido com os comentários feitos na RTP: o mais torto possível.
Espero muito sinceramente ver com os meus olhos, um dia destes, uma equipa do Benfica, a abandonar o recinto do jogo, por falta de condições de segurança!!! Não estou a brincar. O assunto é sério. Hoje, tal como ontem, o jogo só chegou ao fim, porque vivemos em Portugal... em qualquer outro local civilizado, com os comportamentos neanderthais das bancadas, o jogo acabava e a equipa da casa era penalizada... Infelizmente os exemplos destas situações são muitos, e tenho a certeza que vão continuar, até porque a filosofia por trás destas atitudes é legitimada pelas Federações, pelas Policias e no caso especifico dos Lagartos, apoiada por dirigentes e treinadores... Cada vez tenho menos apetite para ver estes jogos, o ambiente anti-desportivo que se vive mete nojo, eu sei que desistir seria oferecer a vitória aos Porcos, mas muitas vezes essa é mesmo a vontade - portanto compreendo o desabafo do Ricardinho ontem no final do jogo -, mas temos que continuar a remar contra a maré...
No próximo Sábado, tudo será decidido. Como hoje ficou provado o factor casa, tem uma importância relativa, também já sabemos que favores dos apitadeiros não vamos ter - provavelmente antes do jogo vamos ser informados de mais alguns castigos para jogadores do Benfica -, portanto para vencer temos que dar tudo em campo, com cabeça, sem erros... os Lagartos vão jogar no nosso erro - não sabem jogar de outra forma -, o Benfica tem que ser inteligente a jogar...
É preciso encher o Pavilhão mais uma vez, e mais uma vez é preciso não imitar os comportamentos animalescos das Lagartixas acéfalas... pessoalmente as claques adversárias não entravam, pessoalmente os dirigentes Lagartos ficavam à porta, e os da FPF podiam fazer-lhes companhia!!! Mas...

PS1: A noticia do desaparecimento do Nsalta é muito difícil de digerir... Um glorioso até sempre...

PS2: O nosso ex-atleta Rui Costa, venceu a Volta à Suíça!!! Feito memorável, entre muitos dos favoritos à vitória final da Volta a França, que está prestes a começar... Parabéns Rui...

PS3: O grande Benfiquista Pedro Lamy venceu hoje na categoria GT-Am as 24 horas de Le Mans, que depois da criminosa atitude da Peugeot o ano passado contra o nosso piloto, só torna este triunfo ainda mais saboroso... Parabéns Pedro...

PS4: As nossas equipas de formação continuam a participação em torneios de Verão, quase todos muito mais competitivos do que as provas regulares durante o ano, desta vez os Benjamins venceram o Barcelona na Final do Torneio de Pontevedra, já os Infantis ficaram em 2º lugar num torneio em Itália, após vitórias sobre a Juventus e a Roma, perdemos a final para o Inter de Milão...

PS5: Depois da vitória de Portugal sobre a Holanda, aviso que mantenho tudo o que disse, após a vitória sobre a Dinamarca. Hoje, mais do que os golos que marcou, o Ronaldo já se esforçou um pouco mais defensivamente... se ele jogasse sempre assim, eu não o criticava por falta de solidariedade com os colegas... e deixo já dois avisos:
1) O 'mini-blackout' no final do jogo, com recados aos críticos, é um péssimo indicador, pois parece que depois do jogo de hoje já são Campeões Europeus... o cancelamento do treino de amanha é outro mau sinal, pelas mesmas razões... fazem um bom jogo, e pensam logo que são os melhores do mundo!!!
2) Hoje jogámos contra uma equipa que arriscou um sistema muito ofensivo desde do primeiro minuto, nos Quartos com os Checos, vamos jogar contra uma equipa que vai jogar no nosso erro, em contra-ataque, são duas coisas completamente diferentes...
PS6: Nos próximos dias vou estar de férias... voltarei com as baterias carregadas, até já!!!

Prova cabal

"Num mesmo fim-de-semana, disputaram-se nos Pavilhões da Luz três importantíssimas partidas que poderiam decidir títulos nacionais de Futsal e Hóquei em Patins. Do outro lado estavam os principais rivais do nosso clube, Sporting e FC Porto. Num dos casos (o Futsal), até marcaram presença as claques adversárias. Em três partidas, o Benfica ganhou uma, empatou a segunda, e perdeu a terceira, fazendo, pois, todos os resultados possíveis em competições desportivas. Problemas de violência: zero!
Ainda há pouco tempo tivemos e exemplo precisamente contrário, num palco onde não se sabe ganhar, nem se sabe perder. Por muito que tentem meter toda a farinha no mesmo saco, a verdade é que, quer no nosso Estádio, quer nos nossos Pavilhões, não me recordo de qualquer episódio violento na última década, excepto os protagonizadas precisamente pelas claques rivais - petardos lançados pelos Super Dragões para cima de pessoas com crianças ao colo num Benfica - FC Porto de 2007, e incêndio das bancadas por parte da Juve Leo há poucos meses atrás.
Obviamente, nem todos os seis milhões de benfiquistas serão anjos de asas e coroas. Ocorreram, fora dos estádios, fora dos pavilhões, episódios reprováveis que atribuíram (bem ou mal) às nossas claques, e que constantemente nos são atirados para cima, como se fossem comparáveis (em visibilidade, em proximidade, em adesão, em método, em imputabilidade) àquilo que vimos no Dragão Caixa.
O que já disse aqui noutras ocasiões, e reitero, é que parece claro existir noutro clube um modus operandi de violência e intimidação orquestrada, metódica e organizada, que não consigo identificar no Benfica - onde os casos a lamentar são anárquicos e individualizados. Este fim-de-semana tivemos mais uma prova dessa diferença, coisa que muito me orgulha enquanto benfiquista.
É verdade que a acção das forças policiais em Lisboa e no Porto parece, também ela, pautar-se por critérios diferentes. Mas há uma diferença de comportamentos, que não devemos ter medo de destacar."

Luís Fialho, in O Benfica

Mais e melhor Benfica

"O Basquetebol do Benfica sagrou-se Campeão Nacional, o Hóquei em Patins está quase, o Futsal continua a ser uma hipótese firme. O Voleibol falhou o título imprevistamente! Outras modalidades também! Ainda assim, a temporada foi rica em conteúdo, entusiasmou os adeptos, proporcionou excelentes espectáculos, dignificou o Clube.
O crescimento do Benfica, nos últimos tempos, tem muito a ver, também, com outras modalidades que não o Futebol, indubitavelmente a concitar o grosso das despesas afectivas. Foi, é e será sempre assim. O Benfica é muito futebol, mas é também uma agremiação ecléctica. Faz gala disso e faz bem, faz com absoluta justeza.
Não se pode ganhar sempre, todos sabemos disso. Mas o Benfica compete sempre para vencer, o despeito das modalidades, a despeito dos escalões etários. E o que se tem visto nas últimas épocas? Um grande salto qualitativo, uma afirmação de poder, um estímulo anímico adicional, não poucas vezes razões de sobra que honram a instituição e conferem um garrido mais alegre às camisolas vermelhas e aos aplausos das plateias.
O Benfica está pujante nas modalidades, cada vez mais pujante. Tempos houve em que as dificuldades eram terríveis, em que algumas secções encerraram ou estiveram muito perto disso. O panorama alterou-se. Mérito dos dirigentes, também dos técnicos e atletas, não menos doa aficionados, incansáveis no apoio.
O Benfica, hoje, é mais Benfica. Não apenas no Futebol. O Benfica hoje, é mais Benfica. Também nas outras modalidades. E mais Benfica só pode traduzir-se por melhor Benfica."

João Malheiro, in O Benfica

Objectivamente (África...)

"Já não é a primeira vez que vos falo sobre a paixão africana ao Benfica. Nos países de língua oficial portuguesa vive-se o Benfica de uma maneira diferente, e o Glorioso tem outra dimensão, tem outra intensidade, aproveitando-se todos os momentos para carregar até ao limite as baterias do sentimento clubístico e da recordação com saudade dos momentos gloriosos do SLB.
Durante três dias estive com o nosso Bicampeão europeu, José Augusto, em Cabo Verde, no ninho mais fervoroso da Águia do país da Morabeza. O conhecido Príncipe, 'Rei do Gamboa', quis proporcionar aos mais de cem convidados uma noite de grande fervor clubístico e, entre boa comida, música e vivas ao Benfica, vivemos momentos inolvidáveis de festa e boa disposição.
O nosso Bicampeão, que já está habituado a estas manifestações de carinho, bem se deixou levar pela emoção várias vezes, pela forma como os cabo-verdianos exprimem o seu amor e esse afecto ao Benfica.
É bom que nunca esquecemos estes exemplos e consigamos transmitir aos nossos atletas e dirigentes a entrega e, sobretudo, a compreensão que estes fervorosos benfiquistas dedicam ao Glorioso. O presidente, que também já viveu estes momentos de tão exultante benfiquismo, bem se refere repetidamente à obrigação de ganhar cada vez mais vezes para transmitir alegrias a estes amigos que vivem habitualmente longe da Catedral da Luz.
Luís Filipe Vieira tem sabido transmitir essa paixão. A sua energia contagiante vai buscar a estes amigos mais força para continuar a lutar pela glória.
Nós nunca desistimos e em breve começaremos mais uma época de grandes desafios.
Por parte dos benfiquistas africanos a força será tremenda! E estes exemplos repetem-se com a frequência que os nossos atletas necessitam. Quem tiver dúvidas experimente um dia estar longe de casa e juntar-se à família benfiquista e vai ver o que é PAIXÃO!"

João Diogo, in O Benfica