Últimas indefectivações

domingo, 20 de janeiro de 2019

Benfiquismo (MLXX)

Aos ombros !!!

Vitória na Luz, após 'troca' !!!

Avanca 22 - 38 Benfica
(9-16)

Bom jogo, primeiros minutos tremidos, mas rapidamente entrámos no ritmo certo, com o Espinha em grande e o ataque a funcionar... Mesmo com todas as ausências, a equipa mantém-se firme, e o Belone está cada vez mais adaptado às novas funções!
Esta jornada, foi 'trocada', na 1.ª volta jogámos em Avanca...!!!

Inacreditável...

Benfica 4 - 4 Noia

A vencer 3-0, e depois 4-1, com 4-2 na entrada do último minuto, e ainda permitir o empate, deixou-nos a todos com muita azia!!!
A questão não é qualificação, porque provavelmente vamos passar em 1.º lugar na mesma (vamos ver o jogo Itália), a questão é a consistência da equipa, nesta fase, após a troca de treinador! E principalmente a falta de inteligência, que aparentemente os jogadores tiveram no último minuto!!!

sábado, 19 de janeiro de 2019

Vitória apertada sobre o Vitoria !!!

Benfica 83 - 81 Guimarães
23-26, 20-9, 26-21, 14-25

Terá sido, um dos piores jogos da época. Não estivemos defensivamente concentrados, principalmente nos ressaltos... e ofensivamente, o Lima falhou muito, o Micah também, e o Suarez esteve muito discreto! Nota alta para o regresso do Barroso aos 'grandes' jogos!!! Logo no jogo ontem ultrapassou a marca dos 2000 pontos no Glorioso!!!
Amanhã temos novo jogo, desta vez com a Sampaense, nos Oitavos-de-final da Taça de Portugal.

Vitória tranquila...

Benfica 3 - 0 São Mamede
25-19, 25-13, 25-18

Obrigação cumprida...

Amiguinhos, o 'hacker do Benfica' é a vossa prima

"Só um tipo 100% confiante se atreveria a expor num blogue - chamado Mercado Benfica... - documentos judiciais dos maiores casos políticos e dos nomes maiores do país sem esperar consequências fatais. Burro, sim. O hacker foi burro

As tropas do Benfica celebram a detenção do mais recente Pinto a atingir a celebridade por razões obscuras. As tropas do Sporting e do Porto, depois dos primeiros momentos de estupefacção - e a estupefacção é paralisante – aplicam-se agora numa contra-campanha de índole hortícola. Querem ‘chuva na eira e sol no nabal’, ou seja, combatem por uma excepcionalidade que lhes conceda a ilibação moral através do estatuto de vítimas do hacker-via Football Leaks -, mas não resistem a celebrar os sucessos e a ética republicana do mesmíssimo hacker quando a vítima via blogue Mercado de Benfica & associados – é, precisamente, o grande Sport Lisboa e Benfica, o inimigo jurado da Liga Cyberduna.
Em defesa do hacker-bom, o sínodo do Altis não tardará a provar que não passou de um acto de caridade aquele desfalque bancário de centenas de milhares de euros que foi atribuído ao hacker-mau pela Polícia internacional. E também será provado pela Liga Cyberduna, nem que seja à força de desmaios, que há momentos na vida das pessoas e das instituições em que ‘extorsão’ significa ‘altruísmo’ dê lá para onde der.
Três anos e três meses depois de Bruno de Carvalho, à época presidente do Sporting, ter anunciado a prisão iminente dos responsáveis pela divulgação do contrato de Jorge Jesus, entre outros documentos internos do Sporting -“vão todos presos, rapidamente!”-, foi finalmente preso o autor confesso desses mesmos crimes. O “rapidamente”, neste caso, ficou a dever muito à rapidez. Porém, há casos em que o “rapidamente” se faz cumprir num virote.
Dez dias, por exemplo, foi o tempo que demorou até ser preso o rapaz de Budapeste depois do ataque informático conduzido ao escritório de advogados PLMJ que lhe permitiu a exposição pública, no blogue Mercado de Benfica, de uma quanta papelada dos processos judiciais respeitantes à EDP, à Operação Marquês e à holding estatal Parvalorem e ainda a outras acções respeitantes a Ricardo Salgado, Henrique Granadeiro, Manuel Pinho e António Mexia. Dez dias. 10! Uma dezena de dias. Com esta rapidez -certamente uma coincidência! - é que não contava o imprevidente hacker Pinto! 
Enfim, bom ou mau, conforme as conveniências, o hacker Pinto tão cedo não se livra da fama de não passar de um hacker-burro. Excesso de confiança é a explicação fornecida pelos especialistas forenses. Só um tipo 100% confiante se atreveria a expor num blogue chamado Mercado de Benfica… – documentos judiciais dos maiores casos políticos e dos nomes maiores do país sem esperar consequências fatais. Burro, sim.
Um dos seus clientes até arrepelou os cabelos quando deu conta de que o rapaz se estava a meter com quem não devia.
– Este tipo é um exibicionista! Lamentou-se, mas já não foi a tempo.
Será que o chamado ‘hacker do Benfica’ é mesmo do Benfica? Não, amiguinhos, ‘o hacker do Benfica’ é a vossa prima."

Seferovic muda o jogo

"Pizzi perde o melhor do jogo dele quando joga no corredor

Jogo interior
1. Só depois de conseguir libertar-se da pressão, nos últimos 15 minutos, após a entrada de Seferovic, o Benfica conseguiu marcar o golo da  vitória sobre o V. Guimarães. Durante grande parte do jogo, os minhotos conseguiram ter bola, controlar o meio-campo e impor superioridade. Os vimaranenses condicionaram ao máximo a primeira fase de construção do Benfica, beneficiaram da superioridade numérica no meio-campo e tiveram posse de bola. O Benfica, por sua vez, sentiu muitas dificuldades, especialmente porque Pizzi perde o melhor do jogo dele quando joga na ala. Sem jogo interior, os encarnados procuraram, sem grande sucesso, os corredores. Não tiveram profundidade. Nem Castillo foi capaz de oferecê-la. O chileno não foi a presença ofensiva de que o Benfica precisava.

O que mudou
2. Os minutos foram passando com V. Guimarães a ganhar superioridade - nunca baixou o bloco e foi capaz de provocar intranquilidade no Benfica. Só faltou à equipa de Luís Castro mais poder ofensivo, no centro do ataque e nos corredores, e criar oportunidades de golo para ferir o adversário. O jogo mudou quando Bruno Lage faz as substituições, retirando Pizzi (o melhor Pizzi não joga nos corredores o que joga por dentro) e lançando Rafa, aos 62 minutos, e, sobretudo, quando substituiu Castillo por Seferovic (71'). O avançado suíço marcou logo do Benfica mais dinâmica ofensiva e profundidade. Isso mexeu logo com o adversário, que teve de passar a lidar com mais chegadas do Benfica à área. Benfica passou a respirar melhor e libertou-se de colete de forças. Seria, aliás, Seferovic a fazer o golo da vitória, após assistência de André Almeida. Foi fundamental no pouco tempo em que esteve em campo.

O que falta
3. Benfica, viu-se ontem, precisa de consolidar o 4x4x2. O sistema, cuja dinâmica teve altos e baixos, ainda não é muito forte. E não será fácil, tendo em conta a série de jogos consecutivos. Por outro lado, neste contexto, Lage tem de gerir o esforço físico dos jogadores, o que dificulta a consolidação de processos. Já o V. Guimarães tem princípios bem definidos, mostrou que joga olhos nos olhos com qualquer adversário. Tem identidade bem vincada que tenta impor em todos os jogos."

Domingos Paciência, in A Bola

Cadomblé do Vata

"1. Uma semana a discutir o Rui Pinto e afinal o verdadeiro "hacker do Benfica" é o Bruno Lage... foi ele que roubou os emails que revelam a existência de um sistema organizado para o SLB ganhar jogos.
2. Com Lage são 4 jogos e 4 vitórias... é uma estatística gira, mas óh Bruno, como é que estamos de ordenado?
3. Este Benfica está realmente diferente... tem mais controlo da bola, concede menos oportunidades e até o Jardel já cabeceia adversários sem escalavrar a testa.
4. O registo de vitórias do novo técnico do SLB e a sua ideia de jogo, dão a sensação de que isto tem pernas para andar... mas depois vemos que estivemos 70 minutos a suspirar por um Seferovic para nos salvar e refreamos os ânimos.
5. Na mesma semana Ganhamos Ganhamos à equipa do André André, que muito convenientemente ficou com Azia Azia."

Cronologias !!!

"Ora então o hacker do FCP (e não do Benfica, como gostam, maliciosa e pouco inocentemente, de lhe chamar) foi preso. E parece que até virá para Portugal, para ser inquirido, acusado, talvez julgado. Ouve-se por aí um certo mau-estar na PJ do Porto (e não só), pois consta-se que deixaram de poder controlar este caso - o que não é mau, dado que não se deve poder confiar na justiça de uma cidade que tem procuradores condenados por beneficiar o clube com o nome da mesma. Foi preso onde? Na Hungria, mais concretamente em Budapeste, cidade onde um ex-presidente do Sporting e um ex-director de comunicação do mesmo clube foram vistos dias antes do famoso encontro no Hotel Altis, este contando também com o actual director de comunicação do FCP, o insolvente FJM.
E o que aconteceu dias depois desse encontro? Num programa do suposto canal do FCP, mas que, afinal, é pago por todos os contribuintes, começam a sair supostos e-mails privados do SLB. Eu não acredito em bruxas, mas...
Continuando. Ora a ERC resolve ler esses e-mails, de uma forma diferente do insolvente, ou seja, de início a fim, sem comer palavras, frases e/ou parágrafos, e o que conclui? Que “o confronto entre as versões das mensagens em questão torna patente a leitura criteriosamente truncada e a interpretação descontextualizada que das mesmas foi feita por parte de FJM e acriticamente aceite, reiterada e desenvolvida pelos restantes intervenientes no programa”. E acrescenta que “são deliberadamente omitidos segmentos de frases e frases inteiras cujo teor admitiria - como admite - uma interpretação diferente e mesmo diametralmente oposta à artificiosamente criada por FJM”. Ou seja, o insolvente foi apanhado a ler aquilo que lhe apeteceu, como lhe apeteceu e não o que, de facto, lá estava. Não é de admirar, afinal pertence a um clube onde a leitura das regras é sempre feita de acordo com os seus interesses. Não passa do FCP a ser... FCP.
Entretanto, os vouchers são arquivados pelo TAS, pela FIFA e pela UEFA. E o E-Toupeira dá em E-Nada. Tanto tempo, tanto dinheiro gasto e... nada. Quer dizer, nada até agora, em que apenas o Benfica foi “réu”, pelo menos em praça pública, já que em tribunal zero. É que nem lá chega, de tão frágil a acusação.
Acusação, já agora, feita pelo Valter, esse procurador tão pouco sujeito a desconfianças e tão pouco ligado à defesa dos interesses de um clube em particular (ironia). Já agora, importa referir que até tentaram ligar a Juíza que humilhou o MP, e o Valter, ao SLB, confundindo-a propositadamente com a mulher de um director do clube. Ao que chega o desespero.
O Mala Ciao é, então, acoplado aos caso dos vouchers e dos e-mails, passando para o DIAP de Lisboa, causando grande azia e preocupação na “justiça” do Norte. É que lá, ao contrário de Porto e Guimarães, o FCP não manda. Lá não são feitos cambalachos jurídicos de forma a não aceitar escutas ou a não condenar seguranças ilegais e criminosos. Lá há regras, parece. Ou seja, lá o FCP não manda.
E então o Rui Pinto é capturado. Teve mais olhos do que barriga. Ou então deixou-se comer. Como o Sporting deixou, mais ou menos. Foi usado e agora... lixo. O costume, o modus operandi já sobejamente conhecido e apanágio do FCP. É capturado e agora o pânico começa a instalar-se. Por exemplo, FJM, tão amante de redes sociais, está caladinho como um rato (que é). Talvez agora se possa perceber (confirmar) quem comprou os e-mails (uma pausa para referir que, ao que se diz, a PJ já anda em cima do FCP por suspeitar que foram eles). Quem lucrou com eles. Quem ganhou campeonatos à custa deles.
E talvez se descubra que o Benfica não foi o único roubado no mundo do futebol. Talvez se entenda quem tem os rabos presos para permitir que o FCP (e umas migalhas para o SCP) tenha o beneplácito e o empurrão das arbitragens. Talvez se perceba o #VARaberto. Talvez se perceba o #portoaocolo do VAR. Talvez se perceba e desmascare a #ligabluevelvet. E talvez se condene sem piedade os corruptos, que outra forma não conhecem de ganhar que não a da manipulação das regras, das pessoas e da verdade (também desportiva)."

Rogério Jóia responde...

"Já se discute muito a arbitragem e a disciplina. Embora os resultados da discussão não sejam satisfatórios. Em tempo de muita concentração de jogos, falta discutir e perceber melhor os contornos da luta anti-doping. Fica um registo quanto ao trabalho da autoridade de controlo. É o habitual. Mais atenção a este assunto, por favor. Sintomática é a resposta do Presidente da Autoridade às pressões do clube do costume:
"Meu caro Dr. Nélson Puga. Espero que este e-mail o encontre bem. Li com toda a atenção as suas palavras e tenho a dizer-lhe que, quando o actual presidente da ADOP já não for presidente da ADOP e voltarem os tempos antigos, da verdade do combate ao doping, onde apenas se realizavam amostras à urina e a dois atletas sorteados de todos os que estavam a treinar, tudo voltará a estar em harmonia".
Sem medo."

100%

Uma Semana do Melhor... com o grande Bakero!!!

Benfiquismo (MLXIX)

"Antiguidades"!!!

Vermelhão: Sofrido mas merecido...

Guimarães 0 - 1 Benfica


O mesmo resultado da Taça, mas um jogo diferente! Com a sobrecarga de jogos, com o castigo do Rúben e a lesão do Fejsa, o Lage foi obrigado a fazer 'rotação'!!! Algo que o universo Benfiquista reclamava à bastante tempo... Só que com jogos decisivos (em todas as competições), duas vezes por semana, não é fácil jogadores sem ritmo competitivo, entrarem em forma no onze...
A 1.ª parte foi nossa, não foi espectacular, mas dominámos, criámos algumas oportunidades e o Guimarães, só nos últimos minutos chegou com algum perigo à baliza do Odysseas.
O 2.º tempo foi diferente, até tivemos mais bola inicialmente, mas perdemos objectividade... e o Guimarães percebeu que podia 'pressionar' mais alto...
Fundamental a entrada do Rafa, que nos deu a possibilidade de 'respirar' um pouco, começamos a jogar mais directo... e acabou também por condicionar o jogo do adversário.
Com mais 'bola' no pé, nos últimos minutos, em terrenos mais avançados, com os jogadores das duas equupas mais cansados, o espaço apareceu, e construímos uma excelente jogada ofensiva, que deu o golo fácil ao Seferovic... com mais uma assistência do Almeidinhos!!!
Perceber que neste momento, praticamente sem treinos, e sem descanso em condições, é impossível fazer revoluções radicais...Hoje, vencemos, porque demonstrámos uma consistência defensiva, que não tínhamos! Mesmo com vários jogadores fundamentais no processo defensivo de fora, a equipa foi solidária e nota-se que já temos um posicionamento 'melhor'! O facto de nos dois jogos em Guimarães, e no jogo em São Miguel, os nossos guarda-redes terem feito muito poucas defesas complicadas, é um excelente indicador...!!!

Tudo isto, num ambiente adverso, contra uma equipa muito bem orientada, que ganhou 'vitaminas' ao intervalo!!! E com mais uma arbitragem horrível do Tiaguinho, que condicionou o jogo todo, com um critério técnico e disciplinar do mais anti-Benfica possível... e ainda com 2 foras-de-jogo mal tirados ao Cervi!!! Os 6 minutos de compensação no final (deu 5, mas jogou-se 6), provam a intenção...!!!
Hoje de manhã quando soube da nomeação (Tiago Martins /Vasco Santos) percebi que o Fontelas está preocupado: os Corruptos querem alterar a 'narrativa' interna dentro do Benfica, após a troca de treinador, e agora com a prisão do hacker, existem sinais positivos, e num pré-Benfica-Corruptos seria importante criar 'divisão' no Benfica!!! O Tiaguinho não foi tão ostensivo como noutras ocasiões, mas tentou... 
Não houve grandes destaques individuais: o Gabriel é fundamental no golo, com um grande passe... e voltou a ser um dos melhores. Como hoje tivemos menos domínio territorial o Félix viu-se menos... O Conti cometeu um erro, mas voltou a ser marcado pela actuação 'intimidatória' do apitador! Mas a grande notícia da noite foi mesmo o regresso do Rafa, aparentemente em boa forma... Poderá ser importante, já na próxima Terça...!!!
Acabou por ser um jogo ingrato para o Castillo, depois de tanto tempo sem jogar...
Agora, descansar e recuperar... e nova viagem para o Minho!!! Apesar da propaganda Dragarta, como já provámos este ano, não somos inferiores aos Corruptos... E nem será preciso um Benfica a 100% para ganhar!!! As melhorias defensivas dão-me esperança...
Até ao final de Fevereiro, vamos continuar a jogar duas vezes por semana, com muitas viagens pelo meio... É fundamental, saltarem jogadores do banco, em forma. A dar tudo... Agora o Rafa, mas também o Jonas será muito bem-vindo... Tal como o Gedson e o Krovi devem ganhar mais minutos!!!

Justiça, tarda, mas não falha

"De Budapeste vêm boas notícias para a justiça portuguesa e más para o crime organizado

Bruno Lage era a opção óbvia. O Benfica fez uma escolha de competência e tranquilidade. Duas qualidades muito necessárias para quem quer triunfar. Não ganhámos nada, mas queremos e podemos ganhar muito coisa. Sabemos que no desporto em geral e no futebol com mais nitidez a ditadura dos resultados ajuda a escrever a história. Porque a sorte dá muito trabalho e porque a competência ajuda a ter sorte, esperemos um futuro de conquistas.
A vitória nos Açores frente ao Santa Clara foi tranquila, sem grandes sobressaltos e o Benfica mostrou períodos de bom futebol. Na terça-feira, em Guimarães, vencemos um dos mais determinantes jogos da época. Pelo valor do adversário, pelo factor psicológico, pelo momento da época e pelo carácter da prova a eliminar. Estamos nas meias-finais da Taça de Portugal, vencendo um adversário complicado, excelentemente treinado por um dos melhores treinadores portugueses. A primeira parte foi de grande qualidade, quer do Benfica quer do Vitória. Estamos a um degrau de acabar a época no Jamor como é nosso objectivo.
Bruno Lage ainda procura que as suas ideias sejam consolidadas pelos jogadores, mas tempo é um bem escasso e tem que o factor a jogar e a vencer. Hoje, a dificuldade aumenta, Luís Castro tem mais soluções com os regressos de castigados e lesionados, e o Benfica tem menos opções motivado pelos castigos e lesões. Nesta fase das várias competições seria importante contar com Rafa e Jonas. E Fejsa é crucial neste Benfica. Mas, recorrendo à semântica imortal de Jorge Jesus, joga o Manel.
Na próxima semana terça prossegue o agradável calvário competitivo, com as meias-finais da Taça da Liga, prova de que também queremos vencer. Não porque nos faltem exemplares da Taça, mas porque temos sempre lugar para mais um. Aliás, no passado fim de semana, somámos mais um triunfo, com a conquista da Taça da Liga de futsal, no Algarve. Mais uma vitória, mais um troféu numa modalidade que este ano somou a segunda conquista depois da Supertaça.
De Budapeste, vêm boas notícias para a justiça portuguesa e más para o crime organizado. O lesado não é o Benfica, é o país, é Portugal e os portugueses. O crime só aproveita aos criminosos, é óptimo saber quem são e quem os patrocina. Vamos esperar e confiar na sabedoria popular que nos ensina que a justiça tarda, mas não falta."

Sílvio Cervan, in A Bola

Budapeste...

"Ao longo da história, as sociedades procuraram criar, para os seus cidadãos, vários mecanismos de confiança, que tinham a ver, sobretudo, com a segurança, com o respeito pela propriedade privada e com o direito à privacidade. E não foi por acaso que sempre se puniu severamente, nas várias ordens jurídicas, todos e quaisquer actos de violação de correspondência, um dos pilares da estabilidade da vida em comum. Com a chegada de novas formas electrónicas de comunicação, a lei adaptou-se, mas manteve a matriz original, que zela pelo direito de cada um a não ver a sua vida devassada e a cair na praça pública. Imagine-se que um momento para o outro toda a gente tinha acesso a todos os emails de todas as pessoas. Não é difícil concluir que estariam abertas, de par em par, as portas do caos...
O que aconteceu, com os emails do Benfica, na fase criminosa do roubo e na fase criminosa da sua divulgação, constituiu uma ameaça tremenda à sociedade, que só não foi devidamente valorizada por cegueira clubística e snobismo elitista. Muitos, de clubes diferentes, acharam piada; outros, entenderam que eram coisas de futebóis, a que não devia dar-se relevância.
Foi preciso que uma das maiores sociedades de advogados de Portugal fosse vítima do mesmo hacker que pirateou o Benfica para que um pânico transversal se instalasse. E bastou isso para que finalmente fosse dado ao problema em causa a importância transcendente que ele justificava.
Com a detenção, em Budapeste, do alegado hacker responsável pelos crimes informáticos atrás referidos, abre-se caminho para que o autor material, os cúmplices, os mandantes e os usufrutuários do crime sejam devidamente punidos. Tenho, por norma, confiança na Justiça. Tarda, por vezes,mas raramente falha..."

José Manuel Delgado, in A Bola