Últimas indefectivações

sexta-feira, 19 de abril de 2024

Vermelhão: Fim de época!

Marselha 1 (4) - (2) 0 Benfica


O último objetivo da época, deitado fora, contra um adversário muito acessível! Mais do que jogar pouco (eles ainda jogam menos...), faltou ambição, hoje e na 1.ª mão... os assobios no final do jogo da semana passada, eram a premunição dos adeptos sobre aquilo que poderia se passar no 2.º jogo! Os benfiquistas também têm muitos anos 'disto'!!! O Benfica não é diferente dos outros, até podemos jogar mal, mas se ganharmos os adeptos vão ficando satisfeitos, agora jogar feio e não atingir os objetivos, é muito difícil de gerir...! No aniversário do ombro do Vata, 'vingança' marselhesa, contra um Marselha mil vezes inferior ao do 1990, e até inferior ao Benfica de 2024!!!

Perder nos penalty's é uma lotaria, mas a eliminatória nunca devia ter chegado aos penalty's! E a dor só não é maior, porque com qualquer outro adversário que ainda está na Liga Europa, a probabilidade de derrota, seria enorme, com o Benfica a jogar a este nível!!! Mas mesmo assim ficam para a história, nova eliminação nos Quartos-de-final na Europa, algo que se está a transformar numa 'tradição'!!!

O futebol dentro de todas as complicações, é simples: ganha quem marca mais golos! E o Benfica insiste em jogar sem jogadores que marquem golos! Este 11 que o Roger ultimamente encontrou, é mais equilibrado do que outros que fomos jogando durante a época, mas não tem 'golo'!!! Deixar a decisão dos golos, para jogadores criativos, que normalmente são destaque nos desequilíbrios e nas assistências, e não nas finalizações, só podia ter dado mau resultado!

Hoje, voltámos a criar algum perigo, e apesar do maior volume ofensivo do adversário, os guarda-redes tiveram trabalho idêntico, mas não marcámos! Em duas épocas, é a terceira competição que o  Benfica de Roger Schmidt perde nos penalty's, é um 0-3 'perfeito'!!!

Dos cinco jogos do campeonato que faltam, temos que vencer 2 - provavelmente até uma vitória é suficiente... porque os Corruptos ainda vão perder pontos! -, para garantir o 2.º lugar, e temos que 'rezar' a todos os santinhos para o Leverkusen ganhar a Liga Europa! É que com a turbulência que se avizinha nos próximos tempos, com um Verão com muitos compromissos das Seleções, com uma muito provável mini-revolução no plantel, começar a época cedo, com pré-eliminatórias da Champions, será muito perigoso!
ADENDA: Afinal, a nossa qualificação direta para a Champions, não depende somente da vitória do Bayer na Liga Europa! O 5.º classificado da Liga Italiana também entrará diretamente na Champions, e neste momento a Roma está em 5.º, e o Atalanta em 6.º!!! Sendo que o Bolonha em 4.º tem perdido algum gás, portanto, só a vitória do Marselha na Liga será sentença definitiva...!!!

Pessoalmente, acho que o Roger não tem condições para continuar... só espero que ele próprio tenha consciência disso! Se o ano passado, mesmo com o título de Campeão, desde da pré-época o 'ambiente' foi pesado em cima do treinador, começar a próxima com o Roger é meter as mãos no fogo, tal como o Vieira fez com o Fernando Santos, para o despedir na 2.ª jornada da época seguinte!!! Mais ainda mais importante, é a Direção não deixar este assunto transformar-se numa novela de Verão, a decisão tem que ser cedo, na pior das hipóteses, na semana seguinte, à última jornada da Liga, pois temos que começar a preparar a próxima época, sem distrações!

Mas agora, temos jogo em Faro, já na Segunda! O Farense é das equipas mais manhosas da Liga, com os grandes tem criado muitos problemas, joga com autocarro, dão porrada, são cínicos no contra-ataque... se tiveram muita 'sorte' no empate na Luz, na 1.ª volta, isso não os vai impedir de tentarem a mesma receita! Com o Benfica cansado e 'desmotivado', este jogo ainda será mais perigoso...

Chegar às meias-finais


"O Benfica tem hoje a oportunidade, em Marselha (20h00), de regressar a uma meia-final de uma competição europeia. Este é o tema em destaque na BNews.

1. Objetivo: apuramento
Roger Schmidt salienta o que a equipa necessita de fazer, nesta noite em Marselha, para atingir as meias-finais da Liga Europa: "Precisamos de fazer um jogo corajoso, acreditar em nós, respeitar a qualidade do Marselha e, se estivermos bem, acreditamos que temos boas chances de alcançar a semifinal. O nosso objetivo, sempre que entramos em campo, é marcar golos e ter um bom equilíbrio entre futebol atacante e sermos compactos. O desafio também é mostrar qualidade e mentalidade."

2. Confiança e motivação
Neres partilha o estado de espírito do plantel para o embate com o Marselha: "Sinto a equipa muito tranquila. Temos na cabeça o que tem de ser feito. Sabemos que será um jogo difícil, com os adeptos deles, mas estamos muito confiantes. Viemos para jogar o nosso futebol e para sair daqui com a qualificação."

3. Ambição
Veja, em exclusivo na nova App Benfica, a entrevista da UEFA a João Neves.

4. A importância dos adeptos
Fernando Seara, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sport Lisboa e Benfica, enaltece a ação em prol da presença de Benfiquistas em Marselha e apela ao apoio à equipa: "Em primeiro lugar, acentuar, relevar e sublinhar o papel que Rui Costa e outras pessoas do Benfica tiveram para que tivéssemos adeptos hoje aqui no Vélodrome. É fundamental que tenhamos consciência de que o Benfica com adeptos vale mais. Quero continuar a ter os adeptos ao pé, a cantarem, a sentirem o 1904, com a capacidade de fazer sofrer os outros com os nossos cânticos. Aqui e onde quer que seja."


5. Informação aos adeptos
Aos Benfiquistas que marcam presença hoje em Marselha, tenham em atenção as regras definidas pelas autoridades francesas.

6. Benfica sempre pela liberdade
A tertúlia realizada no auditório do Museu Benfica – Cosme Damião, subordinada ao tema "Benfica Sempre pela Liberdade", contou com a participação de Alberto Martins, António Victorino d'Almeida e João Malheiro, tendo este último também apresentado o seu novo livro, "A Cartilha da Benficofobia". Houve ainda atuações musicais de Bonga, Fernando Tordo e Paulo de Carvalho.

7. Para ver e rever
Agora também disponível no Site Oficial a reportagem "Bem-vindo a casa, míster", sobre a homenagem prestada a Sven-Göran Eriksson.

8. Fórum de Jogadores
João Tomé e Gerson Sousa, da equipa B, estiveram à conversa com jovens futebolistas dos Sub-16 e Sub-17 sobre experiências enquanto futebolistas com longo percurso na formação do Sport Lisboa e Benfica.

9. Protagonista
Leia a entrevista completa de Janice Silva, futsalista do Benfica.

10. Fim de carreira
Rui Bragança, medalhado europeu e mundial, atleta olímpico, pôs ponto final numa notável carreira no taekwondo.

11. Casa Benfica Portimão
Esta embaixada do Benfica comemorou o 30.º aniversário."

Águia: Diário...

Terceiro Anel: Diário...

Zero: Tema do Dia - Portugal não vai a uma meia-final europeia há dez anos

Verdíssimo e Macron, verdadeiros Campeões!

Olhos Lagartos!

Sentimento...

História agora...



Lanças...

Zero: Saudade - S02E33 - «Verdeeee e amarelo»: os melhores brasileiros de sempre na I Liga

Lanças, excerto...

6, excerto...

FanZone, excerto...

Central, excerto...

RTP, excerto...

Total, excerto...

A Verdade do Tadeia - Flash - Sporting...

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Antevisão...

Treino...

Quando o bem vence...


"...as rivalidades passam para segundo plano e elevam-se valores mais importantes

É certo e sabido que uma boa polémica dá audiências. E, ao longo das temporadas, são muitas as que, aqui e ali, vão deixando marca na espuma dos dias, cá e lá. De tal modo a gritaria e os insultos reinam em horário nobre que, por vezes, atos de bondade, de comovente sensibilidade, de honra ou cavalheirismo são condenados a notas de rodapé, a papel secundário ou, até, ao esquecimento. Falemos deles então, nós que, fartos do mal, aplaudimos o bem, como todos aplaudiram a justa, merecida e arrepiante homenagem que, na Luz, o Benfica fez a Sven-Goran Eriksson.
Mas houve mais casos no maravilhoso mundo da bola a merecer destaque pela sua beleza e elegância na última semana. Como o protagonizado no Minho, onde, por instantes, uma das maiores rivalidades entre emblemas do nosso País — entre V. Guimarães e SC Braga — deu lugar à elevação, quando o técnico vimaranense enviou palavras públicas de conforto a Rui Duarte, treinador bracarense que vive o terror da perda de um filho: «Um abraço muito forte ao Rui Duarte pelo momento que está a passar.»
No meio de outra velha guerra, mas na vizinha Espanha, mais um instante bonito. Villarreal e Athletic Bilbao andam há meses de relações cortadas por conta do desvio de duas jóias da cantera amarela para os bascos (Barakaldo e Oyono). Pouco se importando com isso, o técnico do Villarreal, Marcelino Toral, em lágrimas (treinou os bascos antes), deu os parabéns ao Athletic pela vitória na Taça, 40 anos depois: «Eles sofreram muito, muito, sofremos juntos. E finalmente alcançaram o que aspiravam há tanto tempo. Por isso, quero parabenizá-los e dizer que o futebol foi justo neste momento.»
Por fim, a frase do presidente do Bayern, Herbert Heiner, após a consagração do Leverkusen como campeão alemão: «Parabéns ao Leverkusen pelo primeiro título da Bundesliga na história do clube. Um título merecido e que recompensa uma excelente temporada e um excelente futebol.» Aplausos!"

Atração pelos extremos


"Relação entre o Terceiro Anel e Roger Schmidt é reflexo de uma forma de estar que parece contagiar muito quem devia pensar de cabeça fria

Facto: dos três grandes, o Benfica é o clube que menos títulos conquistou nos últimos cinco anos. O FC Porto venceu oito (que podem passar para nove), o Sporting venceu quatro (que podem passar para seis) e as águias conquistaram três (que podem passar para quatro).
Facto: dos três grandes, o Benfica é o clube que mais vezes mudou de treinador nos últimos cinco anos: Bruno Lage-Nélson Veríssimo-Jorge Jesus-Nélson Veríssimo-Roger Schmidt; de 2019 para cá, o Sporting teve Silas-Leonel-Pontes-Rúben Amorim; o FC Porto só contou com Sérgio Conceição.
Facto: nas três últimas janelas de mercado, já com dedo de Roger Schmidt, o Benfica apresenta uma taxa de acerto baixa apenas no último período – Jurásek e Bernat não fizeram a diferença, Kokçu e Arthur Cabral estão no limbo, Marcos Leonardo, Prestianni e Rollheiser são ainda promessas.
Facto: nos anos mais recentes e de estabilidade da equipa técnica, o FC Porto teve vários flops e alguns que custaram muito caro - Saravia, Nakajima, Zé Luís, Malang Sarr, Felipe Anderson, Rúben Semedo, David Carmo ou Gabriel Verón.
Facto: já com Amorim ao comando em todos os períodos abertos do mercado de transferências foram dados vários tiros ao lado – Gonçalo Esteves, Rúben Vinagre, Bellerín, Sotiris, Tanlongo, Arthur Gomes, Rochinha (e Chermiti chegou a ser aposta para ganhar jogos).
Facto: o treinador alemão venceu dois dos últimos três títulos que o Benfica conquistou nos últimos cinco anos e foi com ele que muitos jogadores fizeram as melhores épocas ao serviço do clube: Grimaldo, Florentino, João Mário, Rafa, Gonçalo Ramos (e sim, até Chiquinho). E todos os outros que vinham de trás não fizeram pior. E foi ele a lançar, sem grandes reservas ou receios, António Silva e João Neves, ficando ligado à carreira de ambos, aconteça o que acontecer.
Facto: apesar dos erros de casting, de más apostas e de algumas teimosias normais de quem tem convicções fortes como são os casos de Conceição e Amorim, a sua credibilidade e autoridade nunca estiveram em causa e não me recordo de ver sequer um único nome como possível substituto de um ou de outro nos momentos de crise. Facto: o Benfica pode chegar nesta quinta-feira às meias-finais de uma competição europeia, algo que o clube conseguiu pela última vez há 10 anos.
Facto: nem um ano depois de ter sido campeão e na sequência de alguns erros claros do ponto de vista da gestão, Roger Schmidt é alvo de críticas ao nível do pior que se assistiu em torno de Bruno Lage, Rui Vitória e mesmo de Jorge Jesus.
Facto (por confirmar, embora os indícios sejam muito fortes): há entre o universo benfiquista uma atração pelos extremos e por vezes parece que esse sentimento se infiltra demasiado em quem tem de decidir de cabeça fria. A euforia dos adeptos que encontraram um novo Eriksson na época passada conduziu a uma renovação contratual precipitada e a contestação do Terceiro Anel em 2023/2024 gera agora muitas incertezas na SAD.
Dica: se Schmidt ficar para uma terceira temporada, é bom que aprenda a arranhar o português. A relação conturbada com os adeptos também tem muito a ver com comunicação e relações públicas. Principalmente quando as coisas correm mal."

Welcome Home, Mister


5 minutos: Diário...

Terceiro Anel: Diário...

Zero: Tema do Dia - Superliga europeia, 3 anos do fantasma que ainda vive

Benfica Podcast #524 - Bench Appreciation

Desnorte


"O mapa não está inclinado de Norte para Sul ou de Sul para Norte, a inclinação é do interior para o litoral, com tudo a desaguar no Atlântico

«Hoje é simples, fácil, e acho que querem pôr a região Norte um bocadinho fora do mapa do sucesso desportivo que a equipa tem de ter em Portugal e na Europa.»
E de repente parece que Sérgio Conceição entrou numa cápsula do tempo para recuar décadas onde este discurso da geopolítica do futebol nacional serviu de catalisador para o acordar de um clube adormecido e que nos últimos 40 anos ganhou tudo o que tinha para ganhar, cá dentro e lá fora, e que o colocou como um dos emblemas mais respeitados em todo o mundo. Só que passaram 40 anos e o que foi uma estratégia que uniu, acabou também por suster um crescimento de implementação nacional que os títulos (muito internacionais) incrementou.
Mas de que Norte está Sérgio Conceição a falar? Do Norte que tem mais de metade dos clube da Liga? Do Norte litoral ou do Norte interior? Porque esta divisão entre Norte e Sul, Lisboa e Porto nunca fez sentido sobretudo aos olhos de quem vive ou viveu no interior de Portugal… O mapa não esteve nem está inclinado de Norte para Sul ou de Sul para Norte, a inclinação é do interior para o litoral, com tudo a desaguar no Atlântico - empresas, oportunidades, pessoas.
O futebol não é exceção. Na Liga, há apenas um clube de um distrito do interior e a lutar para não sair dela - o Chaves luta, e muito complicada está a tarefa, para que o interior (neste caso o interior Norte) não fique mais uma época sem representatividade no campeonato maior.
Certamente não é deste Norte a que Sérgio Conceição se refere. E também não é ao outro Norte. E também não é uma tentativa, mesmo que décadas fora de época, de mobilizar uma região. É apenas uma desculpa para mais um insucesso numa temporada que nem a Taça de Portugal pode salvar - se o FC Porto for à final será certamente um dia de festa para os adeptos, maior se levarem o troféu para o Dragão, mas para um clube como o FC Porto saberá sempre a pouco. Porque, sim, o FC Porto é uma das grandes bandeiras da região, de Portugal na Europa, e por isso não faz já sentido diminui-lo. Em ultima instância, Sérgio Conceição, com este discurso, diminui um grande clube como é o FC Porto. E mostra o desnorte de uma temporada em que os dragões apontam o dedo acusador às arbitragens, aos adversários na corrida eleitoral, a tudo e mais um par de botas.
E a quem se refere Sérgio Conceição quando diz que «querem pôr a região Norte um bocadinho fora do mapa do sucesso desportivo»? Quem quer? Os adversários? Os jornalistas? Os árbitros? Na segunda-feira foi a notícia de o FC Porto voltar a incumprir as regras do fair-play financeiro: querem ver que é a UEFA?"

Esclarecimento


"A história do Sport Lisboa e Benfica faz-se de muitos mais anos de Liberdade do que de ditadura. Veja-se que dos 120 anos do maior clube português, apenas 48 foram vividos durante o Estado Novo e que mesmo nesses anos foram vários os gestos e atitudes que demonstraram a vontade de lutar por um Portugal democrático. As comemorações previstas para os 50 anos do 25 de abril são mais uma prova que o Benfica esteve sempre pela Liberdade e é nisso que acreditaremos sempre.
Passado este preâmbulo, cabe-nos esclarecer a situação ocorrida ontem sobre o lançamento do livro “A Cartilha da Benficofobia”, no Museu do Benfica. No passado dia 28 de fevereiro, o Benfica Independente organizou um jantar de aniversário para os seus patronos e teve a oportunidade de receber várias antigas glórias do clube para um momento de celebração e partilha de muitas histórias. Além disso, tivemos a oportunidade de privar com João Malheiro, que aproveitou o momento para convidar o BI para o lançamento do livro “A Cartilha da Benficofobia”. O processo seguiu de forma normal, tendo os convites sido endereçados a integrantes do BI para que pudessem acompanhar o lançamento. Posteriormente, foi dada permissão pelo Diretor de Comunicação, Pedro Pinto, para que fossem feitas entrevistas e gravadas imagens do evento. Por isso, foi com grande surpresa que recebemos a informação na passada sexta-feira, 12 de abril, de que o convite para o Sérgio Engrácia foi recusado. Perante este cenário, e com alguma tristeza da nossa parte, foi decisão do BI não estar presente no lançamento do livro. Infelizmente, sabemos que não foi caso único e isto deixa-nos uma certeza, o trabalho do João Malheiro merecia um maior respeito da parte de algumas pessoas que trabalham no Sport Lisboa e Benfica.
Não é a primeira vez que esta situação acontece e acreditamos que não será a última, mas podemos garantir que vamos continuar o nosso trabalho de promoção e defesa do clube. Quem nos segue sabe que damos a cara quando ganhamos, empatamos ou perdemos, por muito que isso nos custe. Quem nos vê e ouve também sabe que damos visibilidade a caras reconhecidas e adeptos desconhecidos, a todos desde que venham por bem. Foi com estes valores que acompanhámos eleições, jogos de futebol, modalidades e aproximámos os nossos adeptos do clube durante a pandemia. Acima de tudo, temos a capacidade de distinguir o clube Sport Lisboa e Benfica de algumas pessoas que nele trabalham — por muito poder e intimidação que exerçam —e que mesmo sem ter sido eleitas pelos sócios nos impedem tantas vezes de fazer o nosso trabalho maior: Benficar. Tal como referimos anteriormente, o tempo saberá mostrar quem é verdadeiramente independente na história do nosso clube.
Uma última nota de agradecimento ao João Malheiro pelo convite, ao Pedro Pinto pela disponibilidade, e a todos os adeptos benfiquistas que mostraram o seu apoio. Pelo Benfica, sempre."

Na NBA... E por cá?


"Dez clubes esgotaram todos os 41 jogos em casa e no total os pavilhões tiveram lotação de 98 por cento

Há mais de uma década, além de usarem os dados analíticos para preparar os jogos em relação aos seus jogadores, adversários e até árbitros, alguns clubes da NBA começaram também a procurar informações, estruturá-las e estudá-las relativamente aos espectadores. Queriam saber mais sobre os adeptos e o mercado para melhorar o negócio.
Numa conversa que, na altura, tive com um responsável dos Orlando Magic, fiquei a saber, por exemplo, que certos fãs que o clube pensava que só iam de vez em quando aos jogos, afinal iam sempre. Mudava era quem ficava responsável pela compra dos ingressos pagando com cartão. O clube andava enganado.
Criando aplicações que iam fornecendo dados estatísticos sobre o jogo, a partir do momento em que o adepto entrasse, oferecendo-lhe rede de internet gratuita, os Magic podiam fazer promoções e sabiam onde cada um se sentava ou movimentava no recinto ao longo da partida. Se ia às lojas de merchandising, às de comida...
Melhor, e isto, entretanto, já há clubes de futebol em Portugal que o aplicam para detentores de cativos: caso não vá ao um jogo e avise, revendem o bilhete. Só que os Magic ressarciam o dinheiro num cartão para ser usado no pavilhão — lucro extra garantido — e ficavam a conhecer onde é que essa pessoa depois o gastava.
Outro caso, se alguém habitualmente gostava de comer um gelado, eram capazes de ir ao lugar e surpreenderem oferecendo… um gelado. Também descobriam que a maioria dos season ticket holders (donos de cativos) de idade mais avançada usava mais o cartão para pagar o estacionamento ou na loja. O objetivo é que cada vez que os fãs forem ao pavilhão isso se transforme numa experiência inesquecível. Quer a equipa ganhe ou perca naquele dia ou mesmo se a temporada estiver a ser fraca.
E quem assiste às transmissões pela televisão ou já teve a oportunidade de estar num jogo da NBA sabe que é esse o ambiente que se sente e transmite. Há muito para se viver além do basquetebol. O espetáculo nunca para. Em Orlando, onde está o Disney World, 60 por cento da venda de bilhetes para um só jogo era a pessoas fora da cidade e metade dessas turistas estrangeiros. Todos à procura da tal experiência.
Podia continuar a dar exemplos, mas tudo isto vem porque, antes do play98 por cento-off começar, a Liga anunciou que foram batidos uma série de máximos de assistência nos pavilhões: público total, público médio, percentagem de capacidade de ocupação e de lotações esgotadas.
Acontece pela segunda temporada seguida. Verificaram-se 872 lotações esgotadas — em 2022/23 tinham sido 791 (63%) —, o que dá 71% e a média de público de 18.322, face aos 18.077 do ano passado. No total as arenas registaram 98 por cento da capacidade e dez clubes, estão todos agora na segunda fase, o que ajuda claro, lotaram os 41 jogos em casa. E assim será no play-off.
Esta é uma preocupação de uma liga que vende os campeonato pela televisão e internet para 212 países. Até podia não se preocupar muito com os pavilhões. E nós por cá, sobretudo no futebol, claro, continuamos a querer esvaziar ou a encher estádios?"

Zero: Reactzz #1 - Uma festa maior que a do Leverkusen

Silenciadores: VARdadeiro - Benfica vs Estoril

Zero: Negócio Mistério - S02E14 - Boulahrouz reforça defesa do Chelsea

Jogo Pelo Jogo #36 - Documentário City, Teorias de Sérgio Conceição

Fora de Jogo: 90+3 #34 - César Peixoto - Parte II

Zero: PlayBook #80 - Fim de uma dinastia?

105x68, excerto...

RTP, excerto...

Total, excerto...

Zero: 4.ª à grande...

Empate...

Benfica 1 - 1 Famalicão
Melro


Mais uma vantagem desperdiçada...

quarta-feira, 17 de abril de 2024

Lixívia (23/24) 29


Tabela Anti-Lixívia
Benfica.........70 (-8) = 78
Sporting.... 77 (+19) = 58
Braga...........59 (+9) = 50
Corruptos...59 (+19) = 40

Jornada relativamente tranquila, quando está quase tudo decidido!

Nota de destaque para as nomeações: a Lagartada, apesar da vantagem, não dá descanso, e continua a ter fanáticos Lagartos nos seus jogos: inacreditável como para Famalicão são nomeados o Verdíssimo e o Macron para o VAR, dois árbitros que recentemente cometeram erros graves a favor do Sporting!!!
Mas esse jogo em atraso, ainda merece referência por outros motivos:
Mentiram, quando a Liga anunciou que o jogo em atraso seria jogado a primeira data disponível! A primeira data disponível foi a semana passada, mas como não era conveniente para o Sporting, jogar a meio da semana, após o jogo com o Benfica adiaram mais uma semana, obrigando o Famalicão jogar Sábado/Terça contra os Corruptos e o Sporting respetivamente!!!
E como este calendário absurdo não foi suficiente, ainda 'obrigaram' o Famalicão a jogar sem dois titulares, um Central e o Defesa Esquerdo, porque nem a Liga nem o CD da FPF, souberam informar o Famalicão em qual jogo os jogadores deveriam cumprir um jogo de castigo, por acumulação de Amarelos!!! O Central Sérvio, ainda vai receber a notificação que o jogo de castigo terá que ser cumprido no próximo fim de semana com o Portimonense, e que poderia ter jogado com o Sporting!!! Só para gozar mais um bocadinho!!!

Se em Barcelos a Lagartada, aos 11 minutos já vencia por 0-2, e 0-3 ao intervalo, o Chalina acabou por ter uma noite tranquila... apesar do corte com o braço do Esgaio com o braço, que ficou na zona cinzenta do penalty... mas que nem chegou a ser Caso para os especialistas!!!
Agora, em Famalicão, mesmo com as baixas e o cansaço do Fama, o Verdíssimo foi obrigado a mais 'trabalho'!!!
No único remate enquadrado do Sporting, marcaram, com um Frango gigante do goleiro da casa!!! No resto do jogo, o típico: faltas atrás de faltas, a travar todos os ataques do Fama, e impunidade disciplinar dos principais jogadores do Sporting: Esgaio, Diomandé e Hjmuland deveriam ter sido expulsos... o Costa-Marfinense, foi logo trocado ao intervalo (até o Amorim percebeu...), o dinamarquês, só levou um Amarelo nos descontos, depois de um jogo inteiro a dar porrada... o habitual diga-se!!! O Esgaio aparentemente deu uma cotovelada num adversário, mas as repetições nunca apareceram para confirmar...

No Dragay, mas um show de azia, com um árbitro que me surpreendeu:
- Anulou bem um golo aos Corruptos... ainda antes da bola entrar na baliza, apitou, não ficando à espera do VAR! Inacreditável os protestos do Mini-Cão!!!
- Não marcou bem um Tarenalty... e estes não era dos 'fáceis' a simulação foi bem feita, o defesa arriscou, mas cortou a bola, e depois levou um pontapé do piscineiro, que com a habitual chamada com os dois pés, ainda se atirou para a piscina!!!
- Bem também, na expulsão do Evanilson, na agressão, à cabeçada ao adversário...
Tudo isto, sem a ajuda do VAR!!!
O erro mais importante, acabou por ser um Amarelo por mostrar ao trinco do Fama, Zaydou (excelente jogador), que seria o 2.º Amarelo, e a respetiva expulsão, aos 85 minutos!!!

Muito se tem dito das arbitragens dos Corruptos nos últimos tempos! Brincamos com a prisão do Macaco, outros alegam que o Villas Boas quer beneficiar dos maus resultados da equipa de futebol, para ganhar as eleições e portanto estará a fazer 'pressão' junto do 'sistema' para prejudicar os Corruptos FC!!! Tudo teorias da conspiração, pouco prováveis...
Agora, pessoalmente, sem nenhum indicio, ou informação confidencial, eu não me admirava, que alguns árbitros, vitimas da intimidação constante do Pintinho e dos seus capangas, tenham percebido que se derem um empurrãozinho podem-se ver livres daqueles que lhes ameaçam a vida, a segurança das suas famílias, ou das suas carreiras!!!
Uma coisa, são os Fruteiros corruptos, que durante décadas, andaram a fazer serviçinhos para os Corruptos, outra coisa são os que os beneficiam, simplesmente, porque têm medo deles... Medo de agressões físicas, ou medo de verem a carreira como árbitros profissionais por um canudo!!!

O Braga foi ao Estoril, numa partida onde o Verdíssimo acabou por ter pouco trabalho e não complicou, algo raro!!!

Na Luz, jogo relativamente calmo, mas com um momento quase único!!! O Benfica foi beneficiado por um Canto, que deveria ter sido pontapé de baliza para o Moreirense, e ainda mais improvável: marcámos golo (o 2.º) na sequência do Canto!!!
Cavalgando este 'benefício' os avençados, abraçaram logo a ideia que o 1.º golo do Benfica, também tinha sido na consequência de uma má decisão do árbitro! Mas como a maior parte fala de cor, sem ver as imagens, enganaram-se uns aos outros: o João Mário recuperou a bola, de forma limpa, aliás ainda foi pisado pelo adversário... sendo que o Neves, ainda sofreu outra falta, imediatamente a seguir, e só depois a bola foi ter ao Kokçu que arrancou para o contra-ataque!!!
Destaque ainda para o pontapé na cara que o Samu levou... e que o árbitro, numa fase inicial nem sequer marcou falta (!!!), pessoalmente acho que o jogador do Moreirense merecia um Amarelo, mas já vi jogadores do Benfica a serem expulsos, por menos!!!
N lance com o Cabral, o adversário cortou a bola, com o braço, mas o braço estava na relva, na posição normal de apoio... existe um pequeno movimento com o braço, mas pareceu-me normal, para quem estava a escorregar na relva...
Já agora, aquela barreira no Livre nos últimos segundos da partida, devia ter no máximo a 6 metros!!!

Anexos (I):
Benfica
1.ª-Boavista(f), D(3-2), Nobre, (Narciso, A. Campos), Prejudicados, (-3 pontos)
2.ª-Estrela(c), V(2-0), Correia, (Rui Costa, Rui Silva), Nada a assinalar
3.ª-Gil Vicente(f), V(2-3), Pinheiro, (C. Pereira, P. Ribeiro), Prejudicados, (2-4), Sem influência
4.ª-Guimarães(c), V(4-0), Almeida, (Narciso, V. Marques), Nada a assinalar
5.ª-Vizela(f), V(1-2), Godinho, (Rui Costa, Bessa Silva), Prejudicados, (0-2), Sem influência
6.ª-Portimonense(f), V(1-3), Malheiro, (Martins, A. Campos), Prejudicados, (1-4), Sem influência
7.ª-Corruptos(c), V(1-0), Pinheiro, (Soares Dias, P. Soares), Prejudicados, Sem influência
8.ª-Estoril(f), V(0-1), Narciso, (Rui Costa, C. Martins), Prejudicados, (0-2), Sem influência
9.ª-Casa Pia(c), E(1-1), C. Pereira, (Pinheiro, L. Maia), Prejudicados, (3-1), (-2 pontos)
10.ª-Chaves(f), V(0-2), Malheiro, (Esteves, Cidade), Nada a assinalar
11.ª-Sporting(c), V(2-1), Soares Dias, (Martins, Godinho), Prejudicados, (4-1), Sem influência
12.ª-Moreirense(f), E(1-1), Veríssimo, (Melo, N. Manso), Prejudicados, Impossível contabilizar
13.ª-Farense(c), E(1-1), Nogueira, (Martins, P. Brás), Nada a assinalar
14.ª-Braga(f), V(0-1), Godinho, (Soares Dias, P. Soares), Nada a assinalar
15.ª-Famalicão(c), V(3-0), Narciso, (Melo, S. Jesus), Prejudicados, Beneficiados, (5-1), Sem influência
16.ª-Arouca(f), V(0-3), Veríssimo, (Martins, H. Ribeiro), Prejudicados, (0-4), Sem influência
17.ª-Rio Ave(c), V(4-1), Vasillica, (Nobre, B. Jesus), Beneficiados, Prejudicados, (1-1), (+2 pontos)
18.ª-Boavista(c), V(2-0), Correia, (Esteves, Felisberto), Prejudicados, (5-0), Sem influência
19.ª-Estrela(f), V(1-4), Malheiro, (L. Ferreira, Manso), Nada a assinalar
20.ª-Gil Vicente(c), V(3-0), Martins, (Correia, I. Pereira), Nada a assinalar
21.ª-Guimarães(f), E(2-2), Godinho, (Hugo, V. Marques), Prejudicados, (1-3), (-2 pontos)
22.ª-Vizela(c), V(6-1), J. Gonçalves, (Esteves, A. Campos), Nada a assinalar
23.ª-Portimonense(c), V(4-0), Nogueira, (C. Pereira, T. Costa), Nada a assinalar
24.ª-Corruptos(f), D(5-0), Pinheiro, (Martins, A. Campos), Prejudicados, (4-0), Sem influência 
25.ª-Estoril(c), V(3-1), M. Oliveira, (L. Ferreira, N. Manso), Prejudicados, (4-1), Sem influência
26.ª-Casa Pia(f), V(0-1), C. Pereira, (Rui Oliveira, C. Campos), Prejudicados, (0-2), Sem influência
27.ª-Chaves(c), V(1-0), Malheiro, (L. Ferreira, L. Costa), Prejudicados, Beneficiados, Sem influência
28.ª-Sporting(f), D(2-1), Soares Dias, (Godinho, Rui Teixeira), Prejudicados, (1-2), (-3 pontos)
29.ª-Moreirense(c), V(3-0), H. Carvalho, (Rui Costa, S. Jesus), Beneficiados, (2-0), Sem influência

Sporting
1.ª-Vizela(c), V(3-2), Melo, (Narciso, V. Marques), Beneficiados, (2-2), (+2 pontos)
2.ª-Casa Pia(f), V(1-2), Almeida, (Hugo, R. Soares), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
3.ª-Famalicão(c), V(1-0), Narciso, (Nobre, N. Pereira), Beneficiados, (0-0), (+2 pontos)
4.ª-Braga(f), E(1-1), Godinho, (Melo, S. Jesus), Nada a assinalar
5.ª-Moreirense(c), V(3-0), M. Oliveira, (Martins, H. Ribeiro), Nada a assinalar
6.ª-Rio Ave(c), V(2-0), C. Pereira, (Almeida, B. Jesus), Nada a assinalar
7.ª-Farense(f), V(2-3), Godinho, (Mota, J. Fernandes), Beneficiados, (2-2), (+2 pontos)
8.ª-Arouca(c), V(2-1), Nobre, (Esteves, Felisberto), Prejudicados, Beneficiados, Sem influência
9.ª-Boavista(f), V(0-2), Almeida, (Rui Costa, Bessa Silva), Beneficiados, (+2 pontos)
10.ª-Estrela(c), V(3-2), Narciso, (Melo, S. Jesus), Beneficiados, Impossível contabilizar
11.ª-Benfica(f), D(2-1), Soares Dias, (Martins, Godinho), Beneficiados, (4-1), Sem influência
12.ª-Gil Vicente(c), V(3-1), C. Pereira, (L. Ferreira, J. Fernandes), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
13.ª-Guimarães(f), D(3-2), Pinheiro, (Hugo, A. Campos), Beneficiados, Prejudicados, (3-0), Sem influência
14.ª-Corruptos(c), V(2-0), Almeida, (Martins, B. Jesus), Prejudicados, (4-0), Sem influência
15.ª-Portimonense(f), V(1-2), M. Oliveira, (L. Ferreira, P. Ribeiro), Beneficiados, (0-0), (+2 pontos)
16.ª-Estoril(c), V(5-1), C. Pereira, (Nobre, N. Pereira), Beneficiados, Impossível contabilizar
17.ª-Chaves(f), V(0-3), Godinho, (Esteves, Felisberto), Nada a assinalar
18.ª-Vizela(f), V(2-5), Narciso, (Rui Costa, Manso), Beneficiados, Prejudicados, Sem influência
19.ª-Casa Pia(c), V(8-0), H. Carvalho, (Esteves, P. Martins), Beneficiados, Sem influência
21.ª-Braga(c), V(5-0), Nobre, (Soares Dias, Bessa Silva), Nada a assinalar
22.ª-Moreirense(f), V(0-2), Veríssimo, (Melo, L. Costa), Nada a assinalar
23.ª-Rio Ave(f), E(3-3), Narciso, (Nobre, N. Pereira), Nada a assinalar
24.ª-Farense(c), V(3-2), C. Pereira, (Esteves, H. Ribeiro), Beneficiados, Impossível contabilizar
25.ª-Arouca(f), V(0-3), Almeida, (Martins, Vaz Freire), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
26.ª-Boavista(c), V(6-1), Nobre, (Godinho, P. Mota), Beneficiados, (5-1), Sem influência
27.ª-Estrela(f), V(1-2), Veríssimo, (Rui Costa, N. Manso), Beneficiados, Prejudicados, (1-3), Sem influência
28.ª-Benfica(c), V(2-1), Soares Dias, (Godinho, Rui Teixeira), Beneficiados, (1-2), (+3 pontos)
29.ª-Gil Vicente(f), V(0-4), M. Oliveira, (Narciso, V. Marques), Nada a assinalar
20.ª-Famalicão(f), V(0-1), Veríssimo, (Hugo, Vaz Freire), Beneficiados, Impossível contabilizar

Corruptos
1.ª-Moreirense(f), V(1-2), Malheiro, (Rui Costa, C. Martins), Nada a assinalar
2.ª-Farense(c), V(2-1), C. Pereira, (Martins, A. Campos), Beneficiados, (1-2), (+3 pontos)
3.ª-Rio Ave(f), V(1-2), Veríssimo, (Correia, J. P. Afonso), Beneficiados, (1-0), (+3 pontos)
4.ª-Arouca(c), E(1-1), Nogueira, (Rui Oliveira, P. Ribeiro), Beneficiados, (0-2), (+1 ponto)
5.ª-Estrela(f), V(0-1), Pinheiro, (Melo, S. Jesus), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
6.ª-Gil Vicente(c), V(2-1), Nobre, (Narciso, Felisberto), Nada a assinalar
7.ª-Benfica(f), D(1-0), Pinheiro, (Soares Dias, P. Soares), Beneficiados, Sem influência
8.ª-Portimonense(c), V(1-0), Almeida, (C. Pereira, L. Costa), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
9.ª-Vizela(f), V(0-2), M. Oliveira, (Narciso, V. Marques), Beneficiados, (1-2), Impossível contabilizar
10.ª-Estoril(c), D(0-1), Martins, (Almeida, A. Campos), Beneficiados, Sem influência
11.ª-Guimarães(f), V(1-2), Almeida, (Nobre, P. Brás), Beneficiados, (1-0), (+3 pontos)
12.ª-Famalicão(f), V(0-3), Nobre, (Rui Costa, Bessa Silva), Beneficiados, (2-1), (+3 pontos)
13.ª-Casa Pia(c), V(3-1), J. Gonçalves, (Correia, I. Pereira), Beneficiados, Impossível contabilizar
14.ª-Sporting(f), D(2-0), Almeida, (Martins, B. Jesus), Beneficiados, (4-0), Sem influência
15.ª-Chaves(c), V(1-0), Correia, (Malheiro, Felisberto), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
16.ª-Boavista(f), E(1-1), M. Oliveira, (Rui Costa, S. Jesus), Prejudicados, Beneficiados, Impossível contabilizar
17.ª-Braga(c), V(2-0), Malheiro, (Martins, Vaz Freire), Prejudicados, Sem influência
18.ª-Moreirense(c), V(5-0), Godinho, (Rui Oliveira, H. Marques), Beneficiados, (5-1), Sem influência
19.ª-Farense(f), V(1-3), Pinheiro, (Nobre, F. Pereira), Nada a assinalar
20.ª-Rio Ave(c), E(1-1), Nobre, (Melo, S. Jesus), Beneficiados, Impossível contabilizar
21.ª-Arouca(f), D(3-2), Almeida, (L. Ferreira, I. Pereira), Nada a assinalar
22.ª-Estrela(c), V(2-0), Martins, (C. Pereira, H. Santos), Nada a assinalar
23.ª-Gil Vicente(f), E(1-1), Veríssimo, (Malheiro, A. Campos), Nada a assinalar
24.ª-Benfica(c), V(5-0), Pinheiro, (Martins, A. Campos), Beneficiados, (4-0), Sem influência 
25.ª-Portimonense(f), V(0-3), Soares Dias, (Narciso, V. Marques), Beneficiados, Impossível contabilizar
26.ª-Vizela(c), V(4-1), J. Gonçalves, (L. Ferreira, H. Santos), Beneficiados, Impossível contabilizar
27.ª-Estoril(f), D(1-0), Nobre, (Martins, A. Campos), Beneficiados, Sem influência
28.ª-Guimarães(c), D(1-2), Veríssimo, (C. Pereira, H. Santos), Beneficiados, Sem influência
29.ª-Famalicão(c), E(2-2), Correia, (Esteves, B. Jesus), Prejudicados, Impossível contabilizar

Braga
1.ª-Famalicão(c), D(1-2), Veríssimo, (Rui Costa, T. Costa), Beneficiados, Sem influência
2.ª-Chaves(f), V(2-4), J. Gonçalves, (Esteves, Felisberto), Beneficiados, (2-2), (+2 pontos)
3.ª-Moreirense(f), V(2-3), C. Pereira, (Rui Costa, N. Manso), Nada a assinalar
4.ª-Sporting(c), E(1-1), Godinho, (Melo, S. Jesus), Nada a assinalar
5.ª-Farense(f), D(3-1), Nobre, (Malheiro, Felisberto), Nada a assinalar
6.ª-Boavista(c), V(4-1), Soares Dias, (Godinho, P. Mota), Beneficiados, (3-1), Impossível contabilizar
7.ª-Estrela(f), V(2-4), Almeida, (D. Silva, N. Cunha), Nada a assinalar
8.ª-Rio Ave(c), V(2-1), M. Oliveira, (V. Santos, S. Jesus), Nada a assinalar
9.ª-Gil Vicente(f), E(3-3), Malheiro, (J. Gonçalves, A. Carneiro), Nada a assinalar
10.ª-Portimonense(c), V(6-1), Godinho, (Hugo, A. Campos), Prejudicados, (7-1), Sem influência
11.ª-Arouca(f), V(0-1), J. Gonçalves, (V. Santos, C. Campos), Nada a assinalar
12.ª-Estoril(c), V(3-1), B. Vieira, (Malheiro, H. Coimbra), Nada a assinalar
13.ª-Vizela(f), V(1-3), C. Pereira, (Narciso, V. Marques), Nada a assinalar
14.ª-Benfica(c), D(0-1), Godinho, (Soares Dias, P. Soares), Nada assinalar
15.ª-Casa Pia(f), V(1-3), Martins, (Nobre, N. Pereira), Prejudicados, Beneficiados, Sem influência
16.ª-Guimarães(c), E(1-1), Pinheiro, (Hugo, V. Marques), Beneficiados, (1-2), (+1 ponto)
17.ª-Corruptos(f), D(2-0), Malheiro, (Martins, Vaz Freire), Beneficiados, Sem influência
18.ª-Famalicão(f), V(1-2), M. Oliveira, (Hugo, H. Ribeiro), Beneficiados, (2-2), (+2 pontos)
19.ª-Chaves(c), E(1-1), J. Gonçalves, (Vasillica, A. Mesquita), Beneficiados, Sem influência
20.ª-Moreirense(c), V(1-0), Pinheiro, (Esteves, A. Campos), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
21.ª-Sporting(f), D(5-0), Nobre, (Soares Dias, Bessa Silva), Nada a assinalar
22.ª-Farense(c), V(2-1), Narciso, (Correia, I. Pereira), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
23.ª-Boavista(f), V(0-4), Correia, (Godinho, R. Teixeira), Nada a assinalar
24.ª-Estrela(c), V(2-0), Malheiro, (B. Vieira, Rui Cidade), Beneficiados, (1-1), (+2 pontos)
25.ª-Rio Ave(f), E(0-0), Veríssimo, (Melo, S. Jesus), Prejudicados, (0-1), (-2 pontos)
26.ª-Gil Vicente(c), V(2-1), Vasilica, (Narciso, V. Marques), Nada a assinalar
27.ª-Portimonense(f), V(3-5), C. Pereira, (Rui Oliveira, C. Martins), Nada a assinalar
28.ª-Arouca(c), D(0-3), J. Gonçalves, (Rui Costa, F. Silva), Prejudicados, (1-3), Impossível contabilizar
29.ª-Estoril(f), V(0-1), Veríssimo, (B. Vieira, Rui Cidade), Nada a assinalar

Anexos(II)
Penalty's (Favor/Contra):
Benfica
4 / 6

Sporting
4 / 3

Corruptos
/ 6

Braga
7 / 5

Anexos(III):
Cartões:
A) Expulsões (Favor/Contra)
Minutos (Favor-Contra = Superioridade/Inferioridade):
Benfica
7 / 3
Minutos:
317 (9+85+84+47+38+22+32) - 89 (57+31+1) = 228m (superioridade)

Sporting
6 / 2
Minutos:
155 (9+86+9+46+4+1) - 102 (55+47) = 53m (superioridade)

Corruptos
/ 7
Minutos:
121 (16+13+5+32+45+10) - 238 (9+84+15+46+3+50+27+4) = -117m (inferioridade)

Braga
3 / 1
Minutos:
95 (24+67+4) - 42 = 53m (superioridade)

B) Amarelos
Contra (antes dos 60m) / Adversários (antes dos 60m)
Benfica
56 (24) / 85 (43)

Sporting
70 (32) / 81 (36)

Corruptos
83 (34) / 103 (39)

Braga
65 (27) / 66 (29)

Anexos (IV):
Com influência (árbitros ou Var's):
Benfica
Vasillica - +2
Nobre - -1
C. Pereira - -2
Pinheiro - -2
Hugo - -2
Narciso - -3
Soares Dias - -3
Godinho - -5

Sporting
Almeida - +6
Godinho - +5
Narciso - +4
L. Ferreira - +4
Soares Dias - +3
Melo - +2
Hugo - +2
Nobre - +2
Mota - +2
Rui Costa - +2
C. Pereira - +2
M. Oliveira - +2
Martins - +2

Corruptos
Nobre - +6
C. Pereira - +5
Almeida - +5
Correia - +5
Veríssimo - +3
Martins - +3
Rui Costa - +3
Pinheiro - +2
Melo - +2
Malheiro - +2
Nogueira - +1
Rui Oliveira - +1

Braga
Esteves - +4
Hugo - +3
Pinheiro - +3
J. Gonçalves - +2
M. Oliveira - +2
Narciso - +2
Correia - +2
Malheiro - +2
B. Vieira - +2
Verísismo - -2
Melo - -2

Anexos(V):
Árbitros:
Benfica
Malheiro - 4
Godinho - 3
Pinheiro - 3
Narciso - 2
Veríssimo - 2
Correia - 2
Nogueira - 2
C. Pereira - 2
Soares Dias - 2
Nobre - 1
Almeida - 1
Vasillica - 1
Martins - 1
J. Gonçalves - 1
M. Oliveira - 1
H. Carvalho - 1

Sporting
Narciso - 4
C. Pereira - 4
Almeida - 4
Godinho - 3
Nobre - 3
M. Oliveira - 3
Veríssimo - 3
Soares Dias - 2
Melo - 1
Pinheiro - 1
H. Carvalho - 1

Corruptos
Almeida - 4
Pinheiro - 4
Nobre - 4
Veríssimo - 3
M. Oliveira - 2
Malheiro - 2
Martins - 2
J. Gonçalves - 2
Correia - 2
C. Pereira - 1
Nogueira - 1
Godinho - 1
Soares Dias - 1

Braga
J. Gonçalves - 4
Godinho - 3
Malheiro - 3
C. Pereira - 3
Veríssimo - 3
M. Oliveira -2
Pinheiro - 2
Nobre - 2
Soares Dias - 1
Almeida - 1
B. Vieira - 1
Martins - 1
Narciso - 1
Correia - 1
Vasilica - 1

Anexos(VI):
VAR's:
Benfica
Martins - 5
Rui Costa - 4
Esteves - 3
L. Ferreira - 3
Narciso - 2
Soares Dias - 2
Melo - 2
C. Pereira - 2
Pinheiro - 1
Nobre - 1
Correia - 1
Hugo - 1
Rui Oliveira - 1
Godinho - 1

Sporting
Esteves - 4
Martins - 4
Melo - 3
Nobre - 3
Rui Costa - 3
Hugo - 3
L. Ferreira - 2
Godinho - 2
Narciso - 2
Almeida - 1
Mota - 1
Soares Dias - 1

Corruptos
Martins - 5
Rui Costa - 3
Narciso - 3
C. Pereira - 3
Correia -2
Rui Oliveira -2
Nobre - 2
Melo - 2
Malheiro - 2
L. Ferreira - 2
Soares Dias - 1
Almeida - 1
Esteves - 1

Braga
Hugo - 3
Rui Costa - 3
V. Santos - 2
Malheiro - 2
Esteves - 2
Soares Dias - 2
Godinho - 2
Melo - 2
B. Vieira - 2
David Silva - 1
J. Gonçalves - 1
Narciso - 1
Nobre - 1
Martins - 1
Vasillica - 1
Correia - 1
Narciso - 1
Rui Oliveira - 1

Anexos(VII):
AVAR's:
Benfica
A. Campos - 4
N. Manso - 3
P. Soares - 2
V. Marques - 2
S. Jesus - 2
Rui Silva - 1
P. Ribeiro - 1
Bessa Silva - 1
C. Martins - 1
L. Maia - 1
Cidade - 1
Godinho - 1
P. Brás - 1
H. Ribeiro - 1
B. Jesus - 1
Felisberto - 1
I. Pereira - 1
T. Costa - 1
C. Campos - 1
L. Costa - 1
Rui Teixeira - 1

Sporting
N. Pereira - 3
S. Jesus - 2
B. Jesus - 2
Felisberto - 2
Bessa Silva - 2
H. Ribeiro - 2
N. Manso - 2
V. Marques - 2
Vaz Freire - 2
Rui Soares - 1
J. Fernandes - 1
Godinho - 1
J. Fernandes - 1
A. Campos - 1
P. Ribeiro - 1
P. Martins - 1
L. Costa - 1
P. Mota - 1
Rui Teixeira - 1

Corruptos
A. Campos - 5
S. Jesus - 3
H. Santos - 3
Felisberto - 2
I. Pereira - 2
B. Jesus - 2
C. Martins - 1
J. P. Afonso -1
P. Ribeiro - 1
P. Soares - 1
L. Costa - 1
V. Marques - 1
P. Brás - 1
Bessa Silva - 1
Vaz Freire - 1
H. Marques - 1
F. Pereira - 1
V. Marques - 1

Braga
S. Jesus - 3
V. Marques - 3
Felisberto - 2
A. Campos - 2
Rui Cidade - 2
T. Costa - 1
N. Manso - 1
P. Mota -1
N. Cunha - 1
A. Carneiro - 1
C. Campos - 1
H. Coimbra - 1
P. Soares - 1
N. Pereira - 1
Vaz Freire - 1
H. Ribeiro - 1
A. Mesquita - 1
Bessa Silva - 1
I. Pereira - 1
R. Teixeira - 1
C. Martins - 1
F. Silva - 1

Anexos(VIII):
Jogos Fora de Casa (árbitros + VAR's)
Benfica
Godinho - 3 + 1 = 4
Malheiro - 3 + 0 = 3
Martins - 0 + 3 = 3
Veríssimo - 2 + 0 = 2
Pinheiro - 2 + 0 = 2
Narciso - 1 + 1 = 2
C. Pereira - 1 + 1 = 2
Soares Dias - 1 + 1 = 2
Rui Costa - 0 + 2 = 2
Nobre - 1 + 0 = 1
Esteves - 0 + 1 = 1
Melo - 0 + 1 = 1
Luís Ferreira - 0 + 1 = 1
Hugo - 0 + 1 = 1
Rui Oliveira - 0 + 1 = 1

Sporting
Godinho - 3 + 0 = 3
Almeida - 3 + 0 = 3
Veríssimo - 3 + 0 = 3
Narciso - 2 + 1 = 3
Rui Costa - 0 + 3 = 3
Hugo - 0 + 3 = 3
M. Oliveira - 2 + 0 = 2
Melo - 0 + 2 = 2
Martins - 0 + 2 = 2
Soares Dias - 1 + 0 = 1
Pinheiro - 1 + 0 = 1
Mota - 0 + 1 = 1
L. Ferreira - 0 + 1 = 1
Esteves - 0 + 1 = 1
Nobre - 0 + 1 = 1

Corruptos
Nobre - 2 + 2 = 4
Pinheiro - 3 + 0 = 3
Almeida - 3 + 0 = 3
Rui Costa - 0 + 3 = 3
M. Oliveira - 2 + 0 = 2
Veríssimo - 2 + 0 = 2
Malheiro - 1 + 1 = 2
Soares Dias - 1 + 1 = 2
Narciso - 0 + 2 = 2
Martins - 0 + 2 = 2
Correia - 0 + 1 = 1
Melo - 0 + 1 = 1
L. Ferreira - 0 + 1 = 1

Braga
C. Pereira - 3 + 0 = 3
J. Gonçalves - 2 + 1 = 3
Malheiro - 2 + 1 = 3
Nobre - 2 + 1 = 3
Veríssimo - 2 + 0 = 2
Martins - 1 + 1 = 2
Almeida - 1 + 0 = 1
M. Oliveira - 1 + 0 = 1
Correia - 1 + 0 = 1
Esteves - 0 + 1 = 1
Rui Costa - 0 + 1 = 1
David Silva - 0 + 1 = 1
V. Santos - 0 + 1 = 1
Narciso - 0 + 1 = 1
Hugo - 0 + 1 = 1
Soares Dias - 0 + 1 = 1
Godinho - 0 + 1 = 1
Melo - 0 + 1 = 1
Rui Oliveira - 0 + 1 = 1
B. Vieira - 0 + 1 = 1

Anexos(IX):
Totais (árbitros + VAR's):
Benfica
Martins - 1 + 5 = 6
Malheiro - 4 + 0 = 4
Pinheiro - 3 + 1 = 4
Godinho - 3 + 1 = 4
Narciso - 2 + 2 = 4
C. Pereira - 2 + 2 = 4
Soares Dias - 2 + 2 = 4
Rui Costa - 0 + 4 = 4
Correia - 2 + 1 = 3
Esteves - 0 + 3 = 3
L. Ferreira - 0 + 3 = 3
Veríssimo - 2 + 0 = 2
Nogueira - 2 + 0 = 2
Nobre - 1 + 1 = 2
Melo - 0 + 2 = 2
Almeida - 1 + 0 = 1
Vasillica - 1 + 0 = 1
J. Gonçalves - 1 + 0 = 1
M. Oliveira - 1 + 0 = 1
H. Carvalho - 1 + 0 = 1
Hugo - 0 + 1 = 1
Rui Oliveira - 0 + 1 = 1

Sporting
Nobre - 3 + 3 = 6
Almeida - 4 + 1 = 5
Narciso - 4 + 1 = 5
Godinho - 3 + 2 = 5
Melo - 1 + 3 = 4
Esteves - 0 + 4 = 4
Martins - 0 + 4 = 4
C. Pereira - 3 + 0 = 3
Veríssimo - 3 + 0 = 3
M. Oliveira - 3 + 0 = 3
Soares Dias - 2 + 1 = 3
Rui Costa - 0 + 3 = 3
Hugo - 0 + 3 = 3
L. Ferreira - 0 + 2 = 2
C. Pereira - 1 + 0 = 1
Pinheiro - 1 + 0 = 1
H. Carvalho - 1 + 0 = 1
Narciso - 0 + 1 = 1
Mota - 0 + 1 = 1

Corruptos
Martins - 2 + 5 = 7
Nobre - 4 + 2 = 6
Almeida - 4 + 1 = 5
Pinheiro - 4 + 0 = 4
Malheiro - 2 + 2 = 4
Correia - 2 + 2 = 4
C. Pereira - 1 + 3 = 4
Veríssimo - 3 + 0 = 3
Rui Costa - 0 + 3 = 3
Narciso - 0 + 3 = 3
M. Oliveira - 2 + 0 = 2
J. Gonçalves - 2 + 0 = 2
Soares Dias - 1 + 1 = 2
Rui Oliveira - 0 + 2 = 2
Melo - 0 + 2 = 2
L. Ferreira - 0 + 2 = 2
Nogueira - 1 + 0 = 1
Godinho - 1 + 0 = 1
Esteves - 0 + 1 = 1

Braga
J. Gonçalves - 4 + 1 = 5
Godinho - 3 + 2 = 5
Malheiro - 3 + 2 = 5
C. Pereira - 3 + 0 = 3
Veríssimo - 3 + 0 = 3
Nobre - 2 + 1 = 3
Soares Dias - 1 + 2 = 3
Narciso - 1 + 2 = 3
B. Vieira - 1 + 2 = 3
Hugo - 0 + 3 = 3
Rui Costa - 0 + 3 = 3
M. Oliveira - 2 + 0 = 2
Pinheiro - 2 + 0 = 2
Martins - 1 + 1 = 2
Correia - 1 + 1 = 2
Vasillica - 1 + 1 = 2
V. Santos - 0 + 2 = 2
Esteves - 0 + 2 = 2
Melo - 0 + 2 = 2
Almeida - 1 + 0 = 1
David Silva - 0 + 1 = 1
Rui Oliveira - 0 + 1 = 1

Anexos(X):
Jornadas anteriores:
Jornada 20 (-1 jogo)
Jornada 21 (-1 jogo)
Jornada 22 (-1 jogo)
Jornada 23 (-1 jogo)
Jornada 24 (-1 jogo)
Jornada 25 (-1 jogo)
Jornada 26 (-1 jogo)
Jornada 27 (-1 jogo)
Jornada 28 (+1 jogo)

Anexos(XI):
Épocas anteriores: