Últimas indefectivações

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Os 5 guarda-redes para o Benfica

"A imprensa tem apontado alguns guarda-redes ao Benfica. Apesar de não se saber que o Benfica estará realmente à procura de um guarda-redes, acho que é uma posição na qual o clube precisa de se reforçar, de modo a dar concorrência a Vlachodimos e/ou Ivan Zlobin. Na minha opinião, um plantel à altura da dimensão do Benfica tem de ter dois guarda-redes que dão garantias e irei aqui dar cinco nomes de guarda-redes que creio que estejam ao alcance dos encarnados.

Julian Pollersbeck (Hamburgo SV) – Realizou nesta temporada um total de 35 jogos ao serviço do Hamburgo. No entanto, o histórico clube alemão não conseguiu o regresso à Bundesliga (terminou em quarto lugar), o que tem levado o guarda-redes campeão europeu de sub-21 em 2017 a procurar um novo desafio na carreira. Com 1,95m de altura, o guardião de 24 anos possui grandes reflexos e tem presença entre os postes, sabendo também controlar a profundidade e iniciar a construção de jogo da sua equipa.
Valor de mercado: 3 milhões de euros

Dominik Livakovic (Dínamo Zagreb) – Deu nas vistas esta temporada na Liga Europa, destacando-se pelos reflexos apurados e pela destreza no 1×1. Realizou 34 jogos nesta temporada pelo campeão croata e já tem quatro internacionalizações pela selecção vice-campeã mundial.
Valor de mercado: 3 milhões de euros

Sérgio Rico (Fulham FC/Sevilha FC) – Ao serviço dos andaluzes, foi o guarda-redes titular em duas finais da Liga Europa que os sevilhanos conquistaram (14/15 e 15/16), tendo sido chamado à selecção espanhola. Na última temporada seria emprestado ao Fulham no regresso do emblema londrino à Premier League. No entanto, a experiência não correu de feição e o Fulham desceu de divisão. De regresso a Sevilha, a presença de Tomás Vaclík pode levar o guardião internacional pela roja a procurar mudar de ares. Sergio Rico destaca-se pela sua envergadura e elasticidade, que lhe confere uma boa presença entre os postes.
Valor de mercado: 12 milhões de euros

Predrag Rajkovic (Maccabi Tel Aviv) – Foi campeão europeu de sub-19 em 2013 e campeão mundial de sub-20 em 2015, tendo sido o melhor guarda-redes em ambas as competições. Em 2015, o Maccabi Tel Aviv pegou 3 milhões de euros ao Estrela Vermelha pelos seus serviços e, por incrível que pareça, aquele que é uma das maiores promessas mundiais da baliza ainda permanece “escondido” na capital israelita. Com 11 internacionalizações pela selecção sérvia, o guardião de 23 anos destaca-se pela concentração e frieza na abordagem aos lances.
Valor de mercado: 2,5 milhões de euros

Wuilker Fariñez (Millonarios) – Foi o melhor guarda-redes do mundial de sub-20 em 2017 e já é o guarda-redes titular da selecção principal venezuelana, estando neste momento a disputar a Copa América. Foi contratado no ano passado pelo Millonarios de Bogotá, clube que tem uma parceria com o Benfica, sendo que, segundo a imprensa, o clube encarnado tem direito de preferência sobre ele. Apesar de possuir baixa estatura para a posição (1,81m), compensa isso com uns reflexos apuradíssimos e elevados índices de concentração.
Valor de mercado: 5 milhões de euros"

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!