Últimas indefectivações

sábado, 29 de junho de 2019

O FC Porto está bem?

"O FC Porto não anda bem... Anda esquisito. A perda do título para o Benfica deixou mossas na estrutura, no discurso e na imagem externa. Mas internamente não há problema. A administração da SAD é composta por craques com longos anos de experiência no negócio que só deixaram escapar Bruma para o PSV para não ferir sensibilidades entre aliados visto que o jogador foi formado em Alvalade de onde saiu a mal já há alguns anos. Ao nível da comunicação vive-se um período áureo sabendo-se que a guerra patrocinada contra o Benfica, no que diz respeito a caso dos emails, teve uma decisão favorável no Tribunal tal como nos foi muito bem explicado pelos analistas e pelos comentadores da casa. Dizem que ficou provado que 'os emails existem' e isto bastou-lhes para celebrar rijamente a condenação de que foram alvo a SAD e o director de comunicação. O que o Tribunal os obriga a pagar ao Benfica, a título de indemnização, são 'peanuts' porque se trata de uma organização riquíssima que, de propósito, deixou escapulir João Félix para o Benfica só para provar que os de Lisboa andam por aí a desviar criancinhas com propostas 'pornográficas'.
Quanto ao presidente nunca foi tão firme a sua cotação interna. Pinto da Costa chegou ao ponto de pregar moral a Platini mal o viu a ser arrastado pelas autoridades francesas para uma esquadra da polícia onde prestou declarações sobre o seu envolvimento na atribuição do Mundial de 2022 ao Qatar. 'É caso para dizer que a verdadeira natureza das pessoas e das suas acções acaba sempre por revelar-se', explanou Pinto da Costa. É assim o FC Porto visto de dentro. Um prodígio de competências e de razão. No entanto, o FC Porto visto de fora é uma coisa diferente. A fuga de Bruma para o PSV soa a incapacidade ou, até mesmo, a grossa incompetência. Já as tranquilas saídas à borla de Herrera e de Brahimi soam a incompetência ou, se calhar, a grossa incapacidade de seduzir por um cêntimo que fosse o 'capitão' da equipa e a sua maior estrela. Quanto à decisão do Tribunal que condenou com palavras azedas e mão pesada o director de comunicação e a SAD do FC Porto na questão do correio electrónico roubado ao Benfica é o maior achincalho público que o FC Porto alguma vez sofreu às mãos do poder judicial. E até a eminente contratação de um guarda-redes, Koubek, tem servido para deitar abaixo o mito da infalibilidade científica do futebol portista porque, de acordo com a estatística, sendo´o checo um exímio defensor de grandes penalidades interrogam-se os infiéis sobre a conveniência da contratação de um guardião que defende muitos penáltis por um clube, o FC Porto, contra o qual raramente são assinalados.
Desperdício atrás de desperdício.

Um verdadeiro coração de manteiga
Coentrão anda a fazer pouco destas gentes tacanhas do futebol
É já tradição fazer pouco de Fábio Coentrão sempre que muda de clube. O mote é invariavelmente fornecido pelo jogador. A cada novo emblema confessa o seu amor desde o berço. Como o público é cruel e sabe estas coisas todas de cor e salteado - é a cultura geral -, o pobre do Coentrão acaba sempre por ser alvo de gozo no inevitável confronto entre o novo amor e o amor anterior. Foi assim quando chegou ao Benfica 'benfiquista desde pequenino', quando arribou ao Sporting, 'o clube do meu coração', quando voltou ao Rio Ave, 'o clube que amo desde que nasci' e, finalmente, agora que a imprensa brasileira fala da vontade que Jorge Jesus terá de levar o lateral-esquerdo para o Mengão, surgiu-nos um Coentrão a anunciar que 'quando era criança chorava porque queria ver os jogos do Flamengo'. O pessoal riu-se a ler isto, claro. E Coentrão riu-se mais ainda porque, na realidade, é ele quem anda a fazer pouco destas gentes tacanhas dos futebóis que são contra o amor livre.

Líder dos empresários
Jorge Mendes
O empresário volta a estar associado a um negócio estratosférico. A transferência de Félix para Madrid recoloca Mendes no topo do campeonato dos empresários.

Negociar até ao fim
Luís Filipe Vieira
O presidente do Benfica não faltou à sua palavra e não cedeu Félix até aos 'colchoneros' desembolsarem o total da cláusula de rescisão e ainda mais uns trocos.

Objecto do desejo
João Félix
Aos 19 anos protagoniza o 4.º maior negócio de sempre do futebol. Só Neymar, Coutinho e Mbappé estão à frente do viseense na liga mundial das transferências.

Pérola
«Melhor treinador do Brasil? Não, do Mundo»
Jorge Jesus, treinador do Flamengo."

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!