Últimas indefectivações

sábado, 10 de novembro de 2018

Não se pode negar a realidade

"Não abandonamos a cultura de exigência, muito menos quando as coisas correm mal. E não relativizamos o insucesso: ele está aí

Empatar com o Ajax é frustrante, perder em casa com o Moreirense é revoltante. O mais inacreditável na derrota com o Moreirense foi a sua justiça, a incapacidade de ganhar um jogo que era obrigatório vencer. Não é boa política desvalorizar os insucessos evidentes, e muito menos normalizar a derrota. O Benfica está (bem) habituado ao longo da sua história a ganhar e nos tempos mais recentes e ganhar muito. Não queremos o desmame desta habituação, precisamos, pelos contrário, de uma dose suplementar de triunfo porque somos um clube viciado em vitórias.
Este Ajax tem qualidade mas era uma equipa ao alcance do Benfica. Era... mas não foi. Não se pode negar a realidade nem viver na fantasia.
O Benfica disputa três provas nacionais com ambição de vencer, não pode descurar nenhuma, e por isso Tondela, Arouca e Paços são sinais amarelos para vencer, senão ficamos vermelhos de vergonha. Campeonato Nacional, Taça de Portugal, Taça da Liga porque queremos vencer tudo.
Vencer é o único lema que interessa, seja no último segundo no stick do Nicolia, seja, seja no último cesto do Cláudio Fonseca, seja no último remate do Zelão, com a defesa do Roncaglio ou com entrada na ponta do Vidrago. Vencer e liderar porque não há desculpas aceitáveis para outra caminho em todas as modalidades e começar pelo futebol.
No Benfica não há títulos que valem por cinco, valem apenas por um e são o caminho breve para os próximos. Fomos assim habituados e queremos assim habituar as próximas gerações. Não abandonamos a cultura da exigência, muito menos quando as coisas correm mal, mas também não relativizemos o insucesso como se ele não estivesse aí, à mostra de todos.
Verdadeiramente gigantes têm estado os adeptos. No temporal do Jamor estiveram lá, na derrota caseira com o Moreirense eram quase 50 mil, e contra o Ajax ultrapassaram esse número. Os pavilhões estiveram repletos nas vitórias de sábado e há benfiquismo que exige e merece uma vitória domingo em Tondela contra um adversário de valor, moralizado por um triunfo fora de portas, bem orientado por Pepa, num clube dirigido por senhores do melhor que tem o nosso futebol.
Há uma coisa que nunca falar ao Benfica, são os benfiquistas. Todos a Tondela para vencer... Por ti Benfica."

Sílvio Cervan, in A Bola

2 comentários:

  1. O Sr dr Cervan tem uma visão humana da questão mas o irracional de certos poucos Benfiquistas e q tem memória de peixe continuam a dar facadas no seu próprio clube

    ResponderEliminar

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!