Últimas indefectivações

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

O Benfica anti-Europeu

"Toda a Europa vibra com a Liga dos Campeões...toda? Não! Um clube povoado por irredutíveis SADistas resiste ainda e sempre ao fascínio. Um pouco por todo o continente celebra-se o regresso da maior prova de clubes da Europa, onde jogam os melhores jogadores, os mais experientes e os estádios estão todos a abarrotar. Menos no sul da Europa, onde um clube insiste numa isolada teoria que consiste em rodar a equipa porque daqui a quatro dias há jogo de campeonato e em lançar juniores porque deve ser esse o jogo ideal para se estrearem. Isso e porque há que aproveitar a montra para mostrar as novas peças de produção saídas da fábrica do Seixal.
No final da noite de ontem vários milhões de pessoas, por todos os países da Europa, devem ter visto os resumos dos jogos nos seus canais de televisão locais e talvez tenham ficado surpreendidos e intrigados com o único estádio em que se vê cadeiras vazias. Logo no Benfica, um clube histórico e que todos devem ter uma vaga ideia que é um clube bastante popular no seu país. Talvez até saibam que é mesmo o mais popular. E vem a questão da pescadinha de rabo na boca: O estádio não enche porque não há "Benfica Europeu" ou não há "Benfica Europeu" porque o estádio não enche? Que influência terá isto nesta estatística desoladora: no antigo Estádio da Luz em 46 anos o Benfica sofreu 10 derrotas em jogos europeus e neste estádio no curto espaço de 16 anos já vai em 17 desaires...
A verdade é que o Benfica perdeu 11 dos últimos 14 jogos na fase de grupos da Liga dos Campeões e algo me diz que esta estatística ainda vai piorar nas próximas semanas. O que é completamente inaceitável. Ninguém exige que o Benfica seja Campeão Europeu, sabemos bem que a partir do acordo Bosman o futebol Português e todos os que não pertencem às cinco principais ligas europeias ficaram irremediavelmente para trás e a tendência é para piorar. Mas 11 derrotas em 14 jogos não só é uma vergonha para um clube bicampeão europeu como devia servir de reflexão a uma direcção que recebeu 200 milhões em vendas e achou que apenas devia reinvestir em dois avançados, deixando o resto do plantel com os buracos que se conhece. Também deve servir de reflexão a um treinador que deixa de fora três titulares para colocar Cervi com zero minutos esta época e estrear como titulares contra o líder da Bundesliga (!) Tomás Tavares e Jota (e mais à frente fazer entrar David Tavares). 
Nos últimos quatro anos o Benfica passou por uma mudança profunda de comportamentos. Mandou embora Jorge Jesus e deixou de comprar os "Aimares e Saviolas" para ir buscar treinadores que apostem na prata da casa para valorizar e vender. A quantidade de títulos e transferências efectuadas são prova de que talvez seja uma estratégia acertada, mas como tudo na vida há o oito e o oitenta e a virtude se calhar está no meio. Porque assim a ideia que fica é a de um clube que está cada vez mais a desinvestir ano após ano para libertar espaço no plantel para jovens que cada vez têm menos tempo de preparação na equipa B. E que são lançados às feras numa Liga dos Campeões sem qualquer estofo para tal. E o problema desta estratégia é que quando ganham esse estofo, rapidamente são vendidos e é preciso recomeçar tudo de novo. E portanto a questão que fica é: para quando o "Benfica Europeu" que nos tem sido prometido por Luís Filipe Vieira? Para 2040?

"Arrasaremos pela europa fora dentro de dois anos" Luís Filipe Vieira, 07/07/2001
"O Benfica será mais forte que o Real Madrid." LFV, 19/04/2003
"Em breve seremos o maior clube mundial." LFV, 15/11/2005
"Em 2011 o Benfica será um colosso europeu." LFV, 21/09/2006
"Estamos a trabalhar para construir uma grande equipa que ganhe na europa." LFV, 11/05/2010 
"Quero voltar a colocar o Benfica na rota das conquistas europeias." LFV, 29/06/2015
"Queremos ser campeões europeus." LFV, 31/10/2018
"Só com a aposta nos jovens valores podemos partir para uma conquista europeia". LFV, 20/05/2019."

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!