Últimas indefectivações

domingo, 14 de julho de 2019

O melhor 11 da formação do Benfica em 2018/2019

"O Sport Lisboa e Benfica possui uma formação de topo, sendo que nesta última temporada, o clube sagrou-se bicampeão nacional de juvenis. Entre os juvenis e os sub-23, houve vários jogadores que se destacaram e irei fazer aqui um onze de jogadores do Benfica entre as equipas de juvenis e de sub-23 que se destacaram na última temporada.

Guarda-redes:
Celton Biai Estando no Benfica desde 2010, foi júnior de segundo ano na última temporada, tendo sido o guarda-redes mais vezes titular na equipa de sub-23, o melhor guarda-redes da Fase Regular da Liga Revelação, jogando pelos juniores na Youth League e na Fase Final do campeonato. Apesar da baixa estatura (1,84m), possui uma grande presença entre os postes, sendo dotado de grandes reflexos e de uma apurada elasticidade, tendo também habilidade a jogar com os pés. Fez 15 jogos pelos sub-23 e 19 pelos juniores (13 no campeonato e seis na Youth League).

Defesa-direito:
Tomás Tavares Tendo sido júnior de primeiro ano na última temporada, foi sobretudo aposta na equipa de sub-23. Podendo jogar também a lateral-esquerdo e a extremo, Tomás Tavares é um jogador com grande propensão ofensiva e qualidade técnica, sabendo combinar com os colegas no seu flanco. Fez 11 jogos pelos juniores (um golo), 19 pelos sub-23 e dois pela equipa B.

Defesa-central:
Tomás AraújoFoi o capitão da equipa de juvenis do Benfica e da selecção nacional de sub-17 que disputou o Europeu da categoria em Maio, sendo titularíssimo em ambas as equipas. Tomás Araújo tem perfil de líder e também se destaca pela sua qualidade no passe longo. Realizou 29 jogos pela equipa de juvenis (seis golos) e um pelos juniores.

Defesa-central:
Miguel Nóbrega Sendo júnior de segundo ano, foi titular indiscutível na equipa de sub-23 na última temporada, onde disputou 33 jogos e marcou quatro golos, tendo ainda jogado três jogos pela equipa B. Miguel Nóbrega é um central com qualidade técnica e visão de jogo, que sabe sair a jogar.

Lateral-esquerdo:
Nuno Tavares Alternou entre juniores, sub-23 e equipa B, sempre com exibições de qualidade. Nuno Tavares é uma locomotiva no flanco esquerdo com qualidade técnica para se desenvencilhar dos adversários, sendo dono de um cruzamento muito preciso. Realizou 23 jogos pelos juniores, oito pelos sub-23 e 13 pela equipa B.

Médio-defensivo:
Ilija Vukotic Está no Benfica há apenas dois anos. O médio montenegrino é um jogador muito completo, sendo dono de uma grande estampa física (1,91m) e de uma apurada qualidade técnica, que lhe permite subir no terreno com a bola coladinha ao pé. Fez 29 jogos pelos sub-23 (dois golos), a que se juntam mais sete pela equipa B.

Médio-centro:
Ronaldo Camará Este menino é um caso de estudo. Recrutado ao Sporting CP aos 12 anos, no Benfica tem jogado sempre dois escalões acima do seu. Aos 13 anos era uma das principais figuras da equipa de iniciados de 15/16 que foi campeã nacional só com vitórias. Nesta temporada, com idade de juvenil de primeiro ano, jogou 31 jogos pelos juniores (seis golos), seis pelos juvenis (um golo) e três pelos sub-23. Ronaldo é um médio muito habilidoso no controlo de bola e agressivo ao portador da bola. Também é dono de uma meia-distância temível.

Médio-ofensivo:
Gonçalo RamosMédio goleador, é um jogador com qualidade técnica, disponibilidade física, sabendo ocupar os espaços e aparecer em zonas de finalização. Pode também jogar em zonas mais adiantadas no terreno como falso nove. Marcou 20 golos em 35 jogos pelos juniores, fez três jogos pelos sub-23 e mais seis pela equipa B.

Extremo-direito:
Úmaro Embaló O extremo que já esteve em vias de se transferir para o RB Leipzig é uma das maiores pérolas da formação do SL Benfica. O extremo canhoto já jogava nos juniores com idade de juvenil, sendo que nesta época também jogou nos sub-23 e se estreou pela equipa B. Entre as três equipas, realizou 35 jogos e marcou 13 golos.

Extremo-esquerdo:
Tiago GouveiaContratado ao Sporting CP em 2016, Tiago Gouveia não é dos jogadores mais falados no Seixal. No entanto, como júnior de primeiro ano, foi dos jogadores em maior destaque na primeira edição da Liga Revelação, onde marcou seis golos em 19 jogos, fazendo ainda mais 10 jogos e três golos pela equipa de juniores. Tiago Gouveia é um jogador bastante desequilibrador e que dá profundidade ao jogo, sabendo explorar o espaço nas costas da defesa e usar o físico para segurar a bola. 

Ponta-de-lança:
Henrique AraújoNão havia muito por onde escolher aqui, visto que foi o único ponta-de-lança que sobressaiu entre os juvenis e os sub-23. Contratado no ano passado ao CS Marítimo, Henrique Araújo rapidamente se afirmou como o goleador da equipa de juvenis, terminando a época com números estrondosos: 37 golos em 33 jogos. E, incrivelmente, ficou de fora do Europeu de sub-17."

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!