Últimas indefectivações

quinta-feira, 17 de março de 2011

Sem medo da Europa

"Na jornada europeia do passado dia 10, as equipas portuguesas deram boa conta de si, mostrando que estão à altura das suas responsabilidades. Na Luz, o Benfica voltou a mostrar a sua garra, a sua determinação de vencer e, sobretudo, a capacidade de manter a chama individual e colectiva acesa até aos derradeiros minutos. Só um colectivo com boa saúde física e mental consegue obter resultados tão visíveis e constantes. E, escusado será lembrar, que o Paris Saint Germain não é, pelo seu historial e qualidade, uma equipa qualquer. De resto, mostrou-o bem na Luz. Também Roberto mostrou que é um guarda-redes no qual se pode, e deve, confiar, vencida que está, espero que definitivamente, a fragilidade do início da temporada.
Por seu turno, o que o trabalho do árbitro checo demonstrou não podia ser mais lamentável e irreparável. Ao não assinalar a falta de Makonda sobre Saviola, dentro da área do PSG, privou o Benfica de um penálti a que tinha direito e que poderia ter mudado, de forma ainda mais positiva, o rumo do jogo. Quer isto dizer que o mau uso do apito não é só um problema nacional. E se errar é humano, arbitrar mal nem sempre merece esse qualificativo, como, aliás, dirá, com muito mais veemência, qualquer adeptos encolerizado na bancada do Estádio.
O que é certo é que o Benfica tem equipa e vontade para chegar mais longe nesta competição, sem temer os adversários, sejam eles quais forem. Quem acredita, deve acreditar até ao fim.
Ao ver jogar o Benfica frente ao PSG, não pude evitar esta reflexão. É bom saber que no Futebol, no Atletismo e em mais algumas actividades, desportivas ou não, não precisamos de ir a Berlim pedir a bênção para conseguirmos triunfar.
Quando essa dependência chegar ao mundo do Futebol, muito mal andarão as coisas para a modalidade, para a Europa e para o Mundo. E por este andar, ainda há-de aparecer alguma agência financeira a querer validar os resultados dos jogos na bolsa da especulação sem limites."
José Jorge Letria, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!