Últimas indefectivações

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

No rescaldo da Champions

"Terminada a fase inicial da milionária competição europeia, algumas curiosidades e um desejo:

1. Este ano, a Liga dos Campeões transformou-se quase numa Liga dos Não Campeões. Ficaram de fora dos oitavos-de-final muitos clubes que haviam ganho os seus campeonatos. De entre eles, e além do Porto, o Manchester United, o B. Dortmund e o Lille (que nem à Liga Europa vão), o Ajax, ou mesmo o Olympiakos e o Shakhtar.

2. Dos 16 apurados, só 5 ganharam os seus campeonatos: o Barcelona, evidentemente, o Milan, o Zenit e... os outsiders Basileia e APOEL!

3. Assim, a Liga Europa Orangina vai ter muitos campeões domésticos... Como escreveu Vítor Serpa, é «uma Europa do avesso».

4. Nos 96 jogos efectuados a média de golos por jogo foi de 2,7, tendo havido apenas 7 jogos sem o sal que os condimenta.

5. Duas equipas (das 32) - Barcelona e R. Madrid - marcaram 39 golos (15% do total) e as melhores defesas foram as do Real Madrid (2 golos), Benfica e Marselha (4 golos). Curioso, o facto de o Benfica ter sofrido 0,66 golos por jogo quando na Liga sofreu 1 golo por jogo nas primeiras 10 jornadas. Problemas de concentração?

6. Não perderam jogos apenas o R. Madrid, Barcelona e Benfica e entre os que não pontuaram está o Villareal!

7. De um modo geral, os erros de arbitragem não condicionaram as classificações. A excepção foi a de Jorge Sousa no Ajax-Real Madrid, onde foram anulados dois preciosos e válidos golos holandeses. Se a isto juntarmos a displicência(?) do Zagreb frente ao Lyon...

8. Quanto ao sorteio, arrisco a minha preferência: o Milan. Por duas razões: não acho que seja equipa superior à do Benfica e se ultrapassá-los é motivante, ser eliminado não é traumatizante."


Bagão Félix, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!