Últimas indefectivações

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Margem estreita

"No Benfica não se festejam vitórias morais. Uma boa primeira parte em que se podia ter resolvido o jogo na primeira meia hora não chega para trazer algo de positivo do Dragão. O Benfica esteve a quatro minutos de despedir Lopetegui, já era assobiado e criticado pelos portistas, e acabou a perder com um dos piores FC Porto dos últimos 20 anos. Um FC Porto que vinha de Kiev com uma viagem desgastante e onde só um frango de Casillas lhe tirou a vitória. Este facto aumenta o mérito do FC Porto não o diminui. O futuro até pode mostrar que o FC Porto perdeu o campeonato no domingo, (basta acabar empatado com o Benfica e perder por dois golos na Luz), mas por agora é azul e branca a vantagem. Ninguém no Benfica fica satisfeito com derrotas e ainda bem. Só se consegue seguir em frente com possibilidades de êxito, quando se conhece e encara a realidade, por mais dura que seja.
Este início de época tem sido difícil e a margem está estreita. Ganhar ao P. Ferreira é o caminho. Ainda não ganhámos fora de casa, e na Luz houve jogos com muita dificuldade. Rui Vitória sabe bem as dificuldades que tem pela frente, mas não adianta continuar a falar dos jogos já realizados. O futuro é amanhã contra o P. Ferreira, e só ganhar é começar a fazer o futuro que se deseja.
Vai ser um Campeonato disputado e não podemos conceder mais vantagem aos dois adversários (embora me pareça que, infelizmente, apenas o FC Porto conta verdadeiramente). O Sporting quando não tem problemas, inventa-os. Quando não se movem processos a comentadores, atacam-se ex-dirigentes, quando não há ex-dirigentes disponíveis, podem ser quezílias com os melhores atletas. Não pode é faltar burburinho para os lados de Alvalade, é um lugar onde não cabe a monotonia da tranquilidade, tudo em nome do dinamismo."

Sílvio Cervan, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!