Últimas indefectivações

terça-feira, 16 de abril de 2019

Rafa e Félix, os diabos à solta

"Rafa e João Félix deixaram todas as suas qualidades bem visíveis

Estádio da Luz flamejante
1. Antes de mais, o ambiente no Estádio da Luz estava simplesmente fenomenal, como os números nos mostraram com quase 57 mil espectadores nas bancadas, não haja dúvida uma tremenda casa. E o Benfica teve uma entrada a condizer, em grande, com um golo no primeiro minuto do encontro, elevada posse de bola, grande circulação e muita mobilidade e deixar o Vitória de Setúbal muito exposta fisicamente. João Félix, a coordenar e explorar jogo entre linhas, como um cérebro, nesses 20 minutos iniciais, foi todo um trabalho de desmontagem da estrutura defensiva do adversário, contando com esse forte élan no estádio.

Makaridze inspirador
2. O penálti, aos 29 minutos do encontro, momento em que o Benfica poderia fazer o 2-0, mas acabou por falhar, por Pizzi, também muito por mérito da grande intervenção de Makaridze, acabou por empertigar e fazer acreditar o Vitória de Setúbal. O Benfica marca o 2-0 depois, mas creio que o penálti falhado deixou marcas no Benfica, o Vitória de Setúbal reduz para 2-1 e consegue chegar ao intervalo com um crescendo bastante assinalável no desafio e acaba os 45 minutos iniciais num plano de grande destaque. Sem dúvida que a formação comandada pelo técnico Sandro Mendes mostrava um balneário cheio de confiança e a pensar, com pleno direito, que era possível obter algo mais na segunda parte pela forma como tinha terminado a primeira parte no Estádio da Luz.

Segunda parte de excelência
3. A segunda parte começava com um resultado em aberto e trouxe os melhores 45 minutos de um jogo neste campeonato. Aqui, aproveito para destacar as grandes exibições individuais de Rafa e Félix, em que deixaram todas as suas qualidades bem visíveis. Do outro lado, um Vitória determinado honesto. As duas equipas foram obrigadas a elevar as suas capacidades à exaustão, o que, sem dúvida, fez deste jogo um grande espectáculo. E mais um grande golo de João Félix, depois de uma grande prestação, que marca a capacidade de um grande finalizador.

VAR deveria ter visto mais
4. Por último, uma nota em relação à equipa de arbitragem e ao VAR. Entendo que foi uma boa arbitragem neste jogo, apesar de ainda ter ficado por marcar um penálti sobre Rafa. O VAR deveria ter visto esse lance e deveria ter ajudado o árbitro, mas não o fez, o que, para mim, foi uma pena, pois perdeu-se a oportunidade de um trabalho de excelência, que seria o condizente com a qualidade do espectáculo futebolístico a que se assistiu ontem à noite no Estádio da Luz. Mas, afinal, é para isso que o VAR serve: para ajudar o árbitro..."

Ulisses Morais, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!