Últimas indefectivações

terça-feira, 30 de junho de 2015

Se avançar, andamos para trás

"Golpe de teatro: o FC Porto - que há 10 dias, na AG da Liga, tinha sugerido a nomeação de árbitros, embora com algumas condições - mudou de ideias e propôs ontem o sorteio puro, no momento em que a discussão entrou na especialidade. O que mereceu a aprovação da maioria dos clubes não deixa de ser surpreendente. É mais ou menos consensual que a arbitragem nacional é francamente melhor hoje do que era há 15 anos. E o que poderá vir a acontecer, se esta proposta for ratificada na AG da FPF (que irá decorrer já em Julho), será o regresso ao sistema que existiu entre 1998 e 2003. Um sistema, já agora, que não existe em nenhuma grande campeonato europeu.
O próprio Sporting, que tinha começado por propor o sorteio condicionado, acabou por ser ultrapassado pelo FC Porto, que defendeu o sorteio, sim, mas em estado puro. De qualquer forma, e no essencial, há legitimidade para se falar numa aliança entre dragões e leões - porque a vontade de ambos, percebe-se agora, era provocar a mudança. E esse cenário é que passa a estar em cima da mesa. Se avançar, andamos para trás. O mais bizarro de tudo isto é que, com sorteio puro, até pode dar-se o caso, imagine-se, de voltarmos a ser Bruno Paixão apitar o FC Porto e Manuel Mota dirigir jogos do Sporting.
O seleccionador Rui Jorge e todos os jogadores da Selecção Nacional de sub-21 vivem hoje aquele que pode ser o primeiro dia do resto das suas vidas. Vencer um Europeu marca qualquer carreira e esta noite, na Rep. Checa, é isso que está em aberto: a possibilidade de um daqueles feitos que resistem ao passar dos anos, como sucedeu em 89 e 91, com a conquista dos Mundiais de Riade e Lisboa. Que Praga também faça parte, a partir de amanhã, da história do futebol português. Boa sorte!"

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!