Últimas indefectivações

sexta-feira, 14 de março de 2014

Um jogo digno de quadro de honra

"A exibição de ontem do Benfica em White Hart Lane teve entrada directa no livro das melhores memórias europeias do clube da Luz. O Tottenham, uma das equipas mais caras da Premier League, foi varrido do mapa por uma versão A+B dos encarnados, que deixaram Maxi Pereira em Lisboa e remeterem Enzo Pérez, Gaitán e Lima ao banco de suplentes. Não sei o que dará o jogo da segunda volta, tão-pouco sou capaz de adivinhar o que vai acontecer o que vai acontecer na próxima segunda-feira na Choupana. Sei, contudo, que quando se falar, daqui em diante, de grandes proezas de equipas nacionais nas provas da UEFA a noite de 13 de Março de 2014 jamais será olvidada. De Maio de 2013 aos dias de hoje, árduo foi o caminho trilhado pelo Benfica, um percurso que foi da ilusão à depressão em menos de nada e, depois, lentamente, foi sendo cumprido a pouco a pouco mais de gás, a seguir, e a todo o vapor, agora, mérito de um presidente que apontou um rumo e de um treinador que soube introduzir as correcções de percurso necessárias.
O Benfica, que ainda não ganhou nada, está no caminho certo na qualidade de candidato a tudo. Mas não deve perder o foco e persistir no discurso da primazia do campeonato nacional. Garantindo esse desiderato, poderá apontar a outras metas, sem o perigo de a perna ser mais curta que o passo. Jorge Jesus, beneficiando da experiência acumulada, parece agora muito mais seguro na definição de objectivos, manejando com à-vontade o plantel homogéneo de que dispõe e onde o crescimento de vários jogadores é notável.
PS - No Dragão, Luís Castro somou a segunda vitória em dois jogos. Alvalade, no Domingo, vai dizer em que ponto está a convalescença do FC Porto."

José Manuel Delgado, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!