Últimas indefectivações

sábado, 8 de julho de 2017

Muito mais do que um sorteio da Liga

"Hoje há uma espécie de notificação judicial com 34 marcações que transforma qualquer agenda num aprazível roteiro.

Hoje há sorteio da Liga 2017/18. Logo mais, no Terminal de Leixões, são as nossas vidas e as nossas agendas a serem mais preenchidas, é o nosso destino que é sorteado. Onde vamos estar, a que dia vamos estar, com quem vamos estar, e muitas outras razões e porquês.
Os danos colaterais do sorteio de mais logo são terríveis para as famílias dos adeptos mais apaixonados e mais delicados. Logo vamos ter dicas sobre o melhor fim de semana para visitar a Madeira, aquele em que vale a pena ir ao Algarve, entre tantas outras sortes e sortilégios.
Poucos sabem, mas mais logo, muitas papilas gustativas vão decidir com meses de antecipação quando têm indomitável vontade de ir ao S. Gião, em Moreira de Cónegos, comer aquelas Tripas deliciosas, ou a Chaves relembrar o inesquecível Arroz de Fumeiro ou o Cabrito Assado do Carvalho. Logo mais, vou saber com uma antecipação e rigor digno de David Copperfield, quando me vai apetecer aqueles Carabineiros das Furnas do Guincho.
Uma deslocação a Paços de Ferreira de Janeiro a Março será obviamente um inesquecível bónus, porque fica a 20 minutos da melhor Lampreia à Bordalesa na Pensão Aliança, ali mesmo nas Termas de São Vicente. Hoje, entre as 18.30 e as 20.00 horas, há muito mais que um sorteio de uma Liga de futebol, há toda uma distribuição de encantos, há uma espécie de notificação judicial com 34 marcações que transforma qualquer agenda num aprazível roteiro.
O futebol é apaixonante e como todas as paixões deve ser integralmente aproveitado. Mais logo, para quem gosta verdadeiramente do jogo, o sorteio pode e deve ter aroma, ter história, ter paladar, ter amigos e amizades. Há outras formas e maneiras de ver a prova, há outras perspectivas do jogo, mas são mais pobres, mais redutoras, mais mesquinhas, mais pequeninas e muito menos gratificantes.
A pré-época está aí, a esperança dos adeptos, a vontade de ver as suas equipas, os novos jogadores e os antigos ídolos é natural e alimenta programas a fio nas principais televisões.
Vemos bons profissionais, jornalistas com méritos, falarem duas horas sobre nada, sem darem uma notícia, e ainda assim conseguirem ter share, é a paixão do futebol.
Para nós, no Benfica, a bola já corre dia 13 na Suíça. Ainda bem, rumo ao 37 e outras conquistas."

Sílvio Cervan, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!