Últimas indefectivações

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A Catedral

"A novíssima Catedral está a comemorar os 10 anos. A Catedral é um dos pilares em que assenta a glória do Glorioso e não é apenas um majestoso palco para a competição desportiva - no Futebol, que se joga no maior Estádio de Portugal - não andamos a brincar -, e das modalidades que se disputam em dois modernos e confortáveis pavilhões. Para além disso, a Catedral é um verdadeiramente centro de culto do Benfiquismo. No 10.º ano da Catedral decorre o primeiro ano do Museu Cosme Damião, um repositório eloquente da mais dotada e criativa tecnologia museológica. Lá está a História do Clube, integrada na História da sociedade, e lá estão, em dado passo do percurso histórico, os seis anteriores campos do Sport Lisboa e Benfica - Campo da Feiteira, Campo de Sete Rios, Campo de Benfica, Estádio das Amoreiras, Estádio do Campo Grande, Estádio do Sport Lisboa e Benfica (Luz).
Lá estão também a gesta dos simples e ignorados Benfiquistas a erguerem o estádio do Clube do seu coração, com sacas de cimento e trabalho voluntário. E as grandes enchentes, as grandes vitórias, as jornadas inesquecíveis. Para mim, as enchentes inesquecíveis são tanto os 135 mil espectadores na vitória do Benfica sobre o fcp (4 de Janeiro de 1987 - hat-trick de Rui Águas), como a enchente do fantástico exemplo de cidadania, de civismo e de Benfiquismo das últimas eleições do SLB, as mais concorridas de todos os tempos.
O espaço físico da Catedral contempla o relvado, os pavilhões, o espaço de cultura do Museu, os espaços de convívio e de lazer, como restaurantes e cafés, mas também as zonas comerciais e as lojas do fantástico merchandising do Benfica. 
Não há dúvidas: o Benfica é mais que um Clube. E a Catedral é o seu lugar de culto."

João Paulo Guerra, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!