Últimas indefectivações

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Haris Matador Seferovic


"Eu próprio me sinto na dúvida: já não sei se a melhor exportação da Suíça é o chocolate, ou o Seferovic. Como é evidente, sempre preferi os golos do Seferovic a um pacote de Lindt. O problema é que não sabia bem com que Seferovic contar. Alguns bilhetes valiam golos ao cair do pano em Chavez, Moreira de Cónegos ou em casa com o Tondela. Em jogos grandes com FC Porto, Sporting e SC Braga. Mas outros bilhetes traziam um Seferovic com o mesmo nível de eficácia das operações ao joelho do Aboubakar. Por outro lado, os chocolates Lindt cumpriam sempre com o resultado a que se propunham: serem deliciosos. Esta diferença de regularidade tornava a resposta óbvia: o número 1 do ranking eram os chocolates.
Agora não é bem assim. Uma pessoa até já estava acostumada a um Seferovic inconstante em frente à baliza, no entanto, o homem não só não vacila como ainda responde com classe. Ora pica a bola por cima do guarda-redes, ora roda e envia um míssil para o fundo das redes, ora domina com a peitaça e oferece o golo a um colega. O Darwin não se emocionou por ter marcado golo. O jovem rapaz desfez-se em lágrimas porque percebeu que tão cedo não vai regressar ao onze. Este novo Seferovic é uma máquina demolidora. Corre sem parar, finaliza com elevada categoria e assiste com inteligência. Sente o jogo com a mesma adrenalina dos adeptos, grita de revolta quando algo corre menos bem. É maravilhoso ver o Seferovic a este nível, sobretudo depois de a sua qualidade ser tantas vezes colocada em causa. Batalhou, brilhou, quebrou, aguentou e agora está em alta. Eu até sinto que emagreci. Com um Seferovic assim, não preciso de Lindt para afogar as mágoas."

Pedro Soares, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!