Últimas indefectivações

sexta-feira, 18 de março de 2016

Bom a Bessa

"Lembra-se do dia 22 de maio de 2005? Provavelmente sim, mas eu refresco-lhe a memória: um a um com o Boavista e conquista do título nacional com Giovanni Trapattoni ao leme da equipa. Lembra-se da festa que foi? No relvado, nas bancadas, pelas ruas de Lisboa, do país, do mundo. Pois bem, este domingo o SL Benfica volta a um lugar onde já foi feliz. Tem sido assim desde a repescagem do Boavista (na secretaria) para a principal divisão do futebol português. É no estádio do Bessa, contra uma equipa liderada Erwin Sanchéz, o Platini dos Andes, que o bicampeão nacional vai dar mais um passo em direcção ao 35. E, para isso, todos somos necessários.
Vai ser bom voltar a ver este estádio pintado de vermelho, com o calor e a vontade dos benfiquistas do Porto. Gente de fibra esta que todos os dias tem pela frente os mais fanáticos dos antibenfiquistas. Os mais fracos já teriam desistido, mas os benfiquistas do Porto sabem como pegar o boi pelos cornos e não viram cara à luta. No domingo, o Bessa vai ser uma Catedral e, no relvado, os onze escolhidos por Rui Vitória vão fazer o que tem que ser feito: ganhar. Mais um jogo, mais um desafio, mais uma final para ser conquistada. Estamos a oito jogos do fim do campeonato. Não há adversários fáceis, não há campeões antecipados, mas há a chama imensa que aumenta a cada minuto. Adeptos, jogadores, técnicos e dirigentes, estamos juntos para chegar ao objectivo comum: ganhar. Ganhar uma bola perdida, um metro de terreno, uma vantagem no marcador, um jogo, outro, mais outro, um título e a glória.
Rumo ao Tri!"

Ricardo Santos, in O Benfica 

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!