Últimas indefectivações

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Semana histórica

"Passadas as emoções do dérbi (que tiveram a originalidade de vermos Pinto da Costa a queixar-se dos árbitros, mostrando que alguma coisa está a mudar no futebol português), o Benfica entrou numa das semanas mais decisivas da sua história.
Em 4 dias, pode ganhar ou perder tudo. Se conseguir um bom resultado na Turquia e vencer na Madeira, fica em óptima posição para fazer a tal ‘’época de sonho’’. Se perder os dois jogos, pode antecipar uma descida aos infernos.
Mas, nesses 4 dias, o Benfica não joga só a época: joga o regresso ao topo da Europa e o possível início de um novo período de hegemonia no futebol português.
A esperança é enorme, mas o risco também. E é para isso que os benfiquistas terão de estar preparados. Deverão preparar-se para a derrota – isto é, para não perderem a cabeça caso percam os jogos.
A dupla Luís Filipe Vieira-Jorge Jesus já recuperou muito caminho em relação ao FC Porto – deixando perceber que, mais tarde ou mais cedo, ultrapassarão o rival. Mesmo que não seja ainda este ano, está escrito nas estrelas que tal vai acontecer. As queixas de Pinto da Costa já são um prenúncio disso.
Ora, é essa dupla de sucesso que o clube tem de preservar, independentemente dos próximos resultados. Pior do que as derrotas, seria os sócios perderem a confiança nesses dois homens que reergueram a águia – um dando-lhe estabilidade e equilíbrio, o outro agressividade e espectáculo dentro do campo. Refira-se que, na próxima época, o Benfica partirá como o 6.º clube do ranking europeu, só atrás do Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique, Manchester United e Chelsea. Há quantos anos isto não acontecia?"

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!