Últimas indefectivações

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Mangas arregaçadas

"1. Voltei a gostar do Benfica que se apresentou no campo do Moreirense. Uma equipa de mangas arregaçadas e... bom futebol. Gostei particularmente da atitude, lutadora, agressiva (no bom sentido), não deixando o adversário passar do meio-campo. Falta concretizar mais (continuamos a perder demasiadas oportunidades de golo) e... aguentar essa pressão até final (depois de mais um 'apagão', a equipa não foi a mesma). Mas estamos no bom caminho e espero a confirmação frente ao Celtic (escrevo antes do jogo).

2. O Sporting sempre se queixou muito dos árbitros. Dias da Cunha, faça-se-lhe justiça, ainda tentou lutar contra o Sistema, não temendo afrontar Pinto da Costa e Valentim Loureiro. Mas os seus sucessores preferiam prestar vassalagem ao FC Porto a alinhar contra o Sistema e, por vezes, sofreram as consequências. Este ano, porém, apesar de sucessivas lamentações, o Sporting não pode queixar-se... antes pelo contrário. A avaliar pela classificação do insuspeito Record, que considera as pontuações alteradas pelas decisões graves dos árbitros, o Sporting está não a meio da tabela mas... em último lugar da classificação, isolado, a dois pontos dos penúltimos. Já saiu beneficiado em nada menos de cinco pontos das decisões dos árbitros neste Campeonato. Refira-se que o Benfica (tal como o FC Porto), segundo esta mesma tabela, tem já um prejuízo de quatro pontos.

3. Já admirava Paulo Bento como homem e como treinador (para além de jogador, claro). A sua resposta da semana passada a Pinto da Costa está na linha do homem sério, frontal e sem medo que me habituei a admirar. Poderia ter ficado calado, como muitos outros. Mas não. Respondeu e... calou o presidente do FC Porto!

4. Não sei quem tem razão no diferendo entre a Olivedesportos e a Liga. Mas há uma clara diferença entre o passado a que nos habituámos - a empresa de Joaquim Oliveira a 'salvar' os clubes, avançando com verbas (e, claro, novos contractos) - e a actualidade, ao que parece com dinheiros em atraso, com ou sem justificação.

5. Apenas milhar e meio de espectadores, se tanto, nas bancadas do campo do Nacional, frente ao FC Porto. Na véspera, estiveram umas seis mil no campo do Moreirense, a larga maioria benfiquista. 'Pequenas' diferenças..."

Arons de Carvalho, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!