Últimas indefectivações

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Imenso Benfica

"É uma bandeira que transportamos com orgulho incontido. A bandeira de ecletismo. O Benfica é Futebol, muito Futebol, mas não é só Futebol. O Benfica, ao longo do seu historial centenário, jamais se demitiu da abrangência desportiva. As modalidades não são, nunca foram, filhas menores do Clube, apesar da sua especial aptitude para o mais popular dos jogos.
Que dizer de José Maria Nicolau, notável ciclista? Que dizer de António Livramento, maior hoquista mundial de todos os tempos? Que dizer de Carlos Lisboa, basquetebolista sem paralelo entre nós? Que dizer de tantos outros? Que dizer dos vários campeões, na paisagem da actualidade, que vestem a camisola rubra?
O Benfica, nos últimos anos, deu um enorme salto qualitativo nas modalidades. Multiplicam-se os títulos colectivos, proliferam as proezas individuais. Nos tempos que correm, difícil é que o nosso emblema, a despeito da modalidade em causa, não lute pela conquista das respectivas competições em que se envolve.
O trabalho tem sido notável. Dirigentes, técnicos e atletas demonstram um apego militante e sem limites à causa vermelha. Não se pense que erguer um edifício assim, nas suas múltiplas inerências, é um empreendimento de fácil consecução. Muito pelo contrário, obriga a um apego inexcedível, obriga a engendrar soluções quase miraculosas, obriga a cultivar um entusiasmo inaudito. O Benfica, no domínio das modalidades, tem dado gozo, tem dado prazer aos adeptos. Tem criado uma onda de afeição e alvoroço que fazem avolumar o alicerce anímico de todos nós. Para além de Futebol, consabidamente há mais Benfica, há cada vez melhor Benfica."

João Malheiro, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!