Últimas indefectivações

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Xistra muito mais decisivo que Hulk

"Carlos Xistra, árbitro de Castelo Branco, conhecido entre amigos meus como sportinguista de coração e portista de profissão, é antigo no seu passado com o Benfica. A forma rápida como todos os escribas portistas vieram defender Carlos Xistra é reveladora do seu grau de afectividade com quem há tantos anos lhes entrega títulos. As bolas no poste são futebol, a arbitragem de Coimbra é mais um episódio de bordel em que se transformou o campeonato português.
Muitos são os escritos que nos levam a pensar que mais grave que a arbitragem, ou mesmo as arbitragens que um mesmo árbitro realiza anos a fio em prejuízo do mesmo clube, é a forma rápida com se aprestam a justificar e relativizar essas arbitragens. Todos nos enganamos, mas os sérios pedem desculpa ou retractam-se, e os que o fazem premeditadamente ou o rogo beneficiam de uma carapaça de justificações.
A venda de Hulk foi benéfica para o FC Porto, libertou meios financeiros. Xistra é muito mais importante e decisivo que Hulk neste campeonato. No início do campeonato escrevi aqui que o campeonato estava viciado. Que a paixão clubista possa inebriar alguns que não vejam, posso relativizar, mas que os responsáveis possam achar normal não aceito.
Em Coimbra, desde a falta sobre Cardozo, com poucos segundos de jogo, até ao apito final houve uma viciação de resultado. O Benfica jogou bem, melhor jogo da época, e mereceu ganhar. Nem o Barcelona ganhava a este Carlos Xistra. O mesmo que validou o golo de Hulk na Luz que deu a meia-final da Taça ao FC Porto há dois anos. O mesmo que expulsou Javi Garcia em Braga e deu o título ao FC Porto. O mesmo da célebre arbitragem de Guimarães que tentou expulsar a equipa toda. Vítor Pereira não deve ser influenciado, mas não pode ignorar. E se é sério, e penso que é, tem que agir em conformidade. Quem adultera campeonatos há anos, tem que ser afastado. Como diria Sofia de Mello Breyner, «vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar»."

Sílvio Cervan, in A Bola

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!