Últimas indefectivações

domingo, 16 de outubro de 2011

65/63

"Não são as medidas de nenhuma super modelo, nem tão pouco anos ou datas, é apenas a pontuação verificada na final do Troféu António Pratas. O Benfica venceu o FC Porto, por dois pontos, naquele que foi o primeiro grande jogo da temporada de 2011/2012 do Basquetebol português. Acabou por ser, também, a primeira grande vitória do ciclo de Carlos Lisboa enquanto treinador do Benfica. 'Um jogo de Basquetebol tem 40 minutos e faltavam ainda 12 quando perdíamos por 11 pontos. Rectificámos algumas coisas, mas tivemos uma coisa muito boa que foi o espírito dos jogadores, daqueles que jogaram, que não jogaram e os que fizeram faltas e foram para o banco. É este espírito que quero', afirmou o técnico e basquetebolista multicampeão de 'águia ao peito'.
Com Ben Reed lesionado e vários jogadores «tapados« por faltas, a equipa enfrentou dificuldades para bater o seu maior rival. Estou certo de que houve telespectadores e adeptos presentes no pavilhão que vaticinaram a derrota, pelo menos até se atingirem os derradeiros 10 minutos da partida. Mas o Desporto de alta competição não é só táctica e preparação física, o Desporto de alta competição é psicologia, inteligência e força emocional. É crer, é querer vencer. Nesse campo não deverá haver maior motivação do que ver Carlos Lisboa junto ao banco a incentivar os seus atletas. É o campeão dos campeões, um homem com um currículo invejável, uma figura ímpar do Desporto Nacional, um benfiquista que escreveu inúmeras páginas de glória da história do nosso Clube, é um líder que sabe levar os craques, os habituais e os novos, à vitória que se deseja. Sérgio Ramos disse, ao 'Todos Por Um', da Benfica TV, que era necessário agradecer aos benfiquistas que acompanharam o Basquetebol do Benfica a Vagos. Enquanto tivermos homens destes na nossa alta competição saberemos que estaremos bem entregues, bem representados tanto em casa como fora. Com eles, Benfica sempre!"

Ricardo Palacin, in O Benfica

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!