Últimas indefectivações

domingo, 15 de dezembro de 2019

Chiquinho... Nunca é tarde para chegar ao êxito!

"Nunca é tarde para chegar ao topo!
Chiquinho é cada vez mais um pedra fulcral no Benfica... aliás, hoje, frente ao Famalicão foi essencial na vitória dos encarnados com passes açucarados para os golos de Vinicius e de Pizzi!
Mas, o médio ofensivo, além de ser sinónimo da melhoria e (até da definição) exibicional da sua equipa, é um verdadeiro exemplo para quem quer chegar ao topo!
Tendo feito, praticamente, todo a sua formação no Leixões, depois do Boavista o ter descoberto no Roriz, seria emprestado ao Gondomar para jogar no terceiro escalão do futebol português! Regressaria ao Mar, para, não terminar a sua primeira temporada na equipa de Matosinhos...como resultado das suas boas exibições, rumaria ao modesto Lokomotiva na Croácia, para não ser feliz!
Por isso voltaria, rumo à Académica, para brilhar! Em Coimbra seria o melhor jogador da Liga de Honra e, finalmente, fazer os clubes da Primeira Liga perceberem que ali "existia qualquer coisa"! Seria o Benfica a apresentar argumentos suficientes para o conquistar...depois de um percurso feito a pulso, a lutar por um "lugar ao Sol", um sonho bonito parecia estar a realizar-se!
Mas, não seria assim... Chiquinho na Luz nem aqueceria o lugar! Após o estágio do clube seria dispensado por Rui Vitória, e como resultado da recompra do médio defensivo Alfa Semedo ao Moreirensepelos encarnados, rumaria aos Cónegos!
Aí, "Chiquinho seria Chicão"... golos, dribles, velocidade, intensidade quer nas transições ofensivas, quer agressividade nas defensivas, foi das grandes surpresas da bela equipa delineada por Ivo Vieira! 
Voltaria a fazer desencadear o desejo encarnado...que depois de o ceder como "contrapeso", para o reaver teve de pagar 3,75 milhões de euros ao seu antigo clube, com um acréscimo de 750 mil euros se os homens da Luz alcançarem a Champions League.
Entraria pé ante pé...quando se estava a afirmar, lesionar-se-ia! Porém, depois deste périplo para chegar ao topo, não se poderia deixar abater!
Regressou e tornou-se em peça chave numa Águia que mudou de cara para deixar de ser tão previsível como era no início da temporada...e ninguém duvide que tal se deve ao talento do jovem que subiu a pulso até ter a oportunidade que sempre fez por merecer!"

A Economia do Golo, in Facebook

Sem comentários:

Publicar um comentário

A opinião de um glorioso indefectível é sempre muito bem vinda.
Junte a sua voz à nossa. Pelo Benfica! Sempre!